segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Adolescentes são apreendidos por roubo em Hortolândia

Fonte: Todo Dia

Dois menores, de 16 e 17 anos, foram apreendidos, na noite de anteontem, acusados de roubar um salão de beleza do Jardim Campos Verdes, em Hortolândia. Segundo a polícia, eles agiram armados e foram reconhecidos pela vítima, uma cabeleireira de 25 anos. Um terceiro suspeito conseguiu fugir de bicicleta. 
 
O salão de beleza da cabeleireira M.D.S.S., 25, que fica na Rua dos Evangélicos, foi roubado por volta das 20h40 de anteontem. A vítima foi rendida quando um funcionário dela, de 18 anos, abriu a porta para ir embora. A cabeleireira e o funcionário ficaram reféns num banheiro nos fundos do estabelecimento, sob a mira do bandido armado. 
 
Enquanto um ladrão rendeu as vítimas, o segundo recolheu pertences do salão. Documentos pessoais, uma máquina de cortar cabelos e dois celulares, além de R$ 130, foram roubados. A dupla fugiu. S. ligou para a GCM (Guarda Civil Municipal), comunicou o roubo e passou características dos ladrões. Uma busca teve início. 
 
Os menores foram abordados, já por volta das 22h30, em frente à casa de um deles, de 17 anos, na Rua Maria José da Conceição, no mesmo bairro. Quatro suspeitos foram vistos no local, mas um conseguiu fugir. Os três abordados são adolescentes. 
 
Segundo o BO (boletim de ocorrência), os pais do menor morador no local não permitiram que o imóvel fosse revistado. 
 
Os três suspeitos foram levados ao plantão policial, onde os guardas descobriram que o adolescente de 17 anos já tinha assinado ato infracional anteriormente. A infração não foi divulgada. 
 
DOIS RECONHECIDOS 
 
Ainda segundo o BO, na delegacia, "de pronto", a cabeleireira reconheceu o menor de 17 anos e outro, de 16 anos, como autores do roubo. De acordo com ela, o adolescente de 17 anos estava com arma de fogo. 
 
O delegado do caso, Edson Antônio dos Santos, determinou que os dois fossem autuados no ato infracional por roubo, "uma vez que a vítima reconheceu ambos". A dupla foi recolhida em cela especial da Cadeia Pública de Sumaré. O caso seguirá com a Delegacia de Hortolândia. O terceiro menor abordado não foi reconhecido pela vítima nem relacionado no BO da polícia. 
 
A reportagem contatou, na tarde de ontem, a cabeleireira vítima do roubo. A ligação foi atendida pelo cunhado dela, M.A.M., 30. De acordo com ele, S. havia saído com o marido e não poderia comentar o caso. "Hoje, ela já está mais calma. Não houve agressões, apenas pressão psicológica", relatou o cunhado.

terça-feira, 28 de julho de 2015

É oficial: Datena declara que sairá candidato à prefeitura de São Paulo

Fonte: UOL Entretenimento

O âncora do "Brasil Urgente", José Luiz Datena decidiu disputar a Prefeitura de São Paulo em 2016. Depois de conversas mantidas com dois outros partidos, PSB e PSDB, mais na base da consulta, o jornalista participou no começo da noite desta terça-feira (28) de uma reunião com o deputado Guilherme Mussi, genro de Silvio Santos, e ficou decidido o lançamento da sua candidatura pelo Partido Progressista (PP).  Mussi é namorado de Rebeca Abravanel, filha número cinco do dono do baú.


Datena afirma que vai compor a chapa com o deputado estadual e delegado Antonio Assunção de Olim, como seu vice, segundo ele, duas personalidades identificadas pela sociedade brasileira com a segurança pública.

Consultado, Datena afirma ainda que, mesmo se for procurado, não haverá espaço para coligações com outros partidos. Sobre a responsabilidade de governar a cidade, assegura que poucos conhecem tão bem os problemas de São Paulo como ele.

Não é a primeira vez que Datena recebe esse tipo de proposta. Em 2011, circularam notícias de que o apresentador teria recebido convite para concorrer à Prefeitura de São Paulo no ano seguinte, mas nunca foram confirmadas oficialmente.

Com seu estilo direto, Datena já fez muitos comentários sobre política e administração pública ao longo dos anos. Também já entrevistou políticos e candidatos em seu programa, como José Serra, Dilma Rousseff, Geraldo Alckmin e Fernando Haddad. Serra foi um dos mais assíduos do programa, chegando a ser entrevistado duas vezes por Datena no período de dois meses.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Datena afirmou que não gosta da ideia de se tornar uma pessoa "light" e poderia ter problemas, caso essa fosse uma das exigências do partido. "Você acha que algum partido é capaz de me controlar? Quando não concordei com ideias em emissora de televisão [Record], saí e paguei. Isso já disse para os caras [que me convidaram]: se vocês acham que vou ser uma pessoa que vocês querem e não a que sou, vamos parar a conversa por aqui", disse ele.

NET se atrapalha e troca “Tomara Que Caia” por “Tomara Que Saia Logo do Ar”

Fonte: RD1

Os assinantes da maior operadora de TV por assinatura do Brasil puderam conferir algo inusitado em seu guia de programação na noite deste domingo (26).

No ar há duas semanas, o “Tomara Que Caia” teve o seu logotipo alterado quando consultado no menu da NET. Em seu lugar, uma montagem trocava o nome da atração para “Tomara Que Saia Logo do Ar”, com direito a duas caveiras.

A “trollada” foi percebida pelos assinantes e logo virou motivo de piada nas redes sociais. A empresa, que deve ter caído em algum gracejo da web, só veio atualizar a tela nesta segunda-feira (27).

NET e Globo ainda não se pronunciaram sobre o assunto. À primeira vista, trata-se de uma derrapada da operadora.

Em novo vídeo, Porta dos Fundos satiriza novelas bíblicas e alfineta Globo e Record

Fonte: RD1

O grupo Porta dos Fundos, que produz vídeos de humor no YouTube, divulgou nesta segunda (27) o novo material que ironiza as produções bíblicas feitas na televisão nos últimos anos, com ênfase em “Dez Mandamentos”, que está atualmente em exibição.

Nas imagens, um pastor tenta falar da passagem de Moisés e seus fiéis o impedem, argumentando que ele estaria contando os próximos capítulos da trama da Record. O mesmo acontece quando o religioso trata sobre “Milagres de Jesus” e “Sansão e Dalila” – segundo a história, a primeira está sendo reprisada, enquanto um personagem comprou recentemente os DVDs da segunda.

No vídeo, Gregório Duvivier alfineta: “Quem que escreve a Bíblia? A Globo, para acabar com a novela da Record”. Depois, os fiéis sugerem que o pastor conte no culto os capítulos da novela “A Favorita”.

Servidores de Americana rejeitam proposta de Omar e aprovam greve

Fonte: Todo Dia

A assembleia dos servidores decidiu a favor da greve e rejeitou a proposta da Prefeitura Municipal pela redução do salário e pelo afastamento não-remunerado dos servidores, segundo o SSPMA (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Americana).
 
Sobre a greve, houve 1.711 votos favoráveis e 856 contrários. Sobre a proposta da prefeitura, foram 2.461 contrários e 139 favoráveis. A paralisação não acontecerá de imediato, já que o sindicato ainda está avaliando qual o momento correto.
 
Isso ainda dependerá da análise de documentos municipais sobre a situação financeira do município e da postura do prefeito Omar Najar (PMDB) quanto à participação do sindicato nas negociações de possíveis cortes no quadro de funcionários. A decisão deverá ser tomada ainda essa semana, segundo o presidente do sindicato Antônio Forti.
 
A proposta do afastamento prevê licença não-remunerada de dois anos aos servidores, além do cancelamento do reajuste salarial de 6,2% concedido neste ano. A medida seria para evitar a demissão de 563 servidores em estágio probatório. O argumento do prefeito, Omar Najar (PMDB), é que não há recursos para a manutenção do quadro de funcionários públicos.

Globo recusa sinopse de nova novela de Benedito Ruy Barbosa

Fonte: RD1

O Fórum de Dramaturgia da Globo, liderado por Silvio de Abreu, recusou a sinopse da novela de Benedito Ruy Barbosa que trata sobre clonagem e nazistas no Brasil.

De acordo com a coluna de Patrícia Kogut, o veterano ficou magoado com o Fórum após receber um e-mail avisando sobre a negativa. A obra estava sendo escrita em conjunto com o neto dele, Marcos Barbosa.

Apesar do veto relacionado a este folhetim, o novelista segue trabalhando em outra história, “Velho Chico”, trama cujo enredo ele cedeu para a filha Edmara e o neto Bruno desenvolverem. Ele atua como supervisor.

Grupo programa protesto contra aumento na tarifa de água em Campinas

Fonte: Todo Dia

O grupo "Campinas Que Queremos" programou para hoje uma manifestação contra os reajustes de água aplicados pela Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento). O ato acontece em frente ao Paço Municipal, a partir das 17h. 
 
Segundo o sociólogo e coordenador do movimento Alcino Vilela, a ideia da manifestação surgiu após a notícia de que a Sanasa aplicará a partir de agosto um aumento de 15% na tarifa d'água. Em fevereiro deste ano, já houve reajuste de 11,98%. 
 
"Nós fizemos um estudo que compara a Sanasa com as empresas Sabesp, Copasa (Minas Gerais) e Sanepar (Paraná), mostrando o quanto ela (Sanasa) está defasada. Vamos protocolar isso na prefeitura, pois não podemos arcar com a ineficiência da empresa", diz Vilela. 
 
A manifestação está marcada para as 17h, em frente à prefeitura, e a ideia é entregar o estudo diretamente ao prefeito da cidade, Jonas Donizette (PSB). "Gostaríamos muito de entregar em mãos esse documento. Sinceramente, não temos muita esperança que isso aconteça, mas seria o melhor cenário", afirma Vilela. 
 
A manifestação foi articulada através de um grupo no Facebook. Até as 23h de ontem, 677 pessoas tinham confirmado presença no ato. A expectativa dos organizadores é de que pelo menos mil pessoas compareçam. 
 
O "Campinas Que Queremos" foi criado em fevereiro de 2014 por moradores da cidade. De acordo com Vilela, o grupo se define como um "observatório cidadão", responsável por organizar estudos, ações e manifestações que visam melhorar a qualidade de vida da população. 
 
O segundo aumento na conta de água de Campinas neste ano já gerou uma denúncia ao MPE (Ministério Público Estadual) e revolta da população. Arly de Lara Romêo, presidente da Sanasa, e Jonas apontaram redução no faturamento da empresa ao comentarem a elevação da tarifa. Conforme o TODODIA revelou na semana passada, na verdade houve aumento na receita do órgão desde o fim de 2014.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Pai de Michael Jackson sofre AVC e é internado em hospital de São Paulo

Fonte: UOL Entretenimento

O pai do cantor Michael Jakcson, Joe Jackson, foi hospitalizado neste domingo (26) e encontra-se na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Albert Einstein, em São Paulo. A informação foi confirmada ao UOL pelo órgão.

Em boletim divulgado por volta da 1h da manhã desta segunda, o hospital informou que o empresário norte-americano foi atendido às 13h55 do domingo com diagnóstico de AVC (Acidente Vascular Cerebral) Isquêmico associado a um quadro de arritmia cardíaca.

O empresário americando chegou ao Brasil, acompanhado da cantora francesa Angelina Stilitti, uma das agenciadas de sua produtora, esta semana, para comemorar seu aniversário de 87 anos. Em seu site oficial, ele publicou fotos em restaurantes de São Paulo e também no estádio Arena Corinthians.

Apesar da ausência de Jackson, a festa, organizada na Casa Golf, zona sul de São Paulo, começou por volta das 20h30 deste domingo. Famosos como Ana Paula Minerato, Geisy Arruda, Pepê e Neném e o grupo musical Fat Family foram fotografados no local.

Estado de SP fez acordo com PCC para cessar ataques de 2006

 Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, reunião entre membros do governo estadual e Marcola foi feita dentro do presídio de segurança máxima de Presidente Bernardes.


Representantes da cúpula do governo estadual fizeram um acordo com o chefe do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, para pôr fim à onda de ataques da facção criminosa, em maio de 2006. O depoimento foi obtido com exclusividade pelo jornal "O Estado de S. Paulo" e publicado na edição desta segunda-feira (27). 

Segundo informações conseguidas pelo periódico, a reunião foi feita dentro do presídio de segurança máxima de Presidente Bernardes. A declaração é do delegado José Luiz Ramos Cavalcanti, um dos um dos escolhidos pelo governo para participar do encontro em 2006 e que falou sobre o tema durante depoimento em processo judicial que investigou advogadas supostamente ligadas ao crime organizado. 

Segundo as informações divulgadas pelo jornal, a proposta do crime organizado foi levada pela advogada Iracema Vasciaveo, então presidente da ONG Nova Ordem, que defendia o direito dos presos e, na época, representava o PCC: se os responsáveis pelo comando dos atentados nas ruas fossem informados de que Marcola estava bem fisicamente, que não havia sido torturado por policiais e que os presos amotinados não seriam agredidos pela Polícia Militar, os ataques seriam encerrados.

O recado deveria ser dado pelo próprio chefe do PCC. O papel de Iracema era convencer Marcola a aceitar a ideia.

A cúpula das secretarias de Segurança Pública e da Administração Penitenciária, cujos chefes na época eram Saulo de Castro Abreu Filho e Nagashi Furukawa, respectivamente, aceitou a ideia da advogada. O então governador, Claudio Lembo, autorizou o encontro.

Relembre o ataque do PCC

Na noite do dia 12 de maio, integrantes da organização criminosa deram início ao maior atentado contra as forças de segurança pública do Estado da história. Delegacias, carros e bases da Polícia Militar, Polícia Civil e metropolitana e até o Corpo de Bombeiros foram atacados. No dia seguinte, a onda de ataques foi intensificada e ocorreram atentados no litoral e interior de São Paulo.

Até o dia 15 de maio, foram mais de 200 ataques que deixaram cerca de 90 mortos. Neste dia, a organização determina o fim dos ataques após ter realizado atentados menores contra fóruns, ônibus circulares e agências bancárias. No entanto, uma série de boatos, incluindo um possível toque de recolher, instaurou o medo na população do Estado, que ficou mergulhado em horas de caos.

Com temor de ataques a alvos civis, 40% das escolas e Universidades foram fechadas. Parte do comércio e repartições públicas também fecharam suas portas.

Em seu horário de maior movimento, a cidade de São Paulo ficou deserta. O transporte público parou de circular durante a tarde deixando mais de 5 milhões de pessoas a pé. Um terço da frota de ônibus ficou na garagem depois de mais de 90 veículos terem sido incendiados em todo o Estado. Uma ameaça de bomba chegou a fechar o Aeroporto de Congonhas.




Menino de 3 anos morre afogado na casa dos avós em Limeira

Fonte: Todo Dia

Um menino de 3 anos e 3 meses, morador de Santa Bárbara D'Oeste, morreu afogado no final da tarde de anteontem, em uma piscina de Limeira. 
 
Murilo Fontanin de Oliveira estava na casa dos avós paternos, que encontram o corpo do menino. 
 
De acordo com a avó materna, Solange Aparecida Barbosa Fontani, a criança não entrava na piscina sozinha porque sabia que tinha de estar com toca e boias. 
 
Ela acredita que ele deve ter caído tentando pegar bolinhas que estavam na piscina. 
 
Os pais não estavam na chácara onde o acidente aconteceu. 
 
Segundo a avó materna, além dos avós, um primo adolescente com síndrome de Dawn também estava no local. 
 
Solange diz que a família é evangélica e que por isso está mais confortada e que a criança foi criada dentro da religião e cantava sempre que era amigo de Deus. Murilo era filho único do casal. 
 
Durante o dia de ontem, o Facebook da mãe do garoto estava repleto de pêsames de familiares e amigos. 
 
A criança foi enterrada ontem, à 17h, no cemitério Gramado, em Americana. 
 
O boletim de ocorrência foi registrado em Limeira.

Em retaliação ao governo, Cunha monta ‘pauta-bomba’ na Câmara

Entre os temas incômodos ao governo, estão a criação de duas CPIs, análise de vetos presidenciais e encaminhamento a pedidos de impeachment de Dilma.

Fonte: Congresso em Foco

Após ser acusado pelo o ex-consultor da Toyo Setal Júlio Camargo de cobrar U$S 5 milhões de propina para viabilizar contratos com a Petrobras, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), prepara uma “pauta-bomba” para incomodar o Palácio do Planalto. As informações são do jornal O Globo.

Entre os temas incômodos ao governo que devem entrar na pauta da Câmara estão: a criação das CPIs do BNDES e dos Fundos de Pensão; a votação das prestações de contas pendentes dos governos anteriores para deixar o caminho livre para a análise das contas de Dilma do ano passado e a análise de vetos presidenciais a projetos aprovados pelo Congresso, como o que muda as regras para a aposentadoria.

Além disso, Cunha também deu celeridade a 12 pedidos de impeachment da presidente Dilma que estavam engavetados desde o início do ano. A intenção do presidente da Câmara é tê-los prontos par análise em meados de agosto.

“Cunha admite que será árida a jornada do governo no segundo semestre, mas nega que tenha contribuído para isso. Para ele, as dificuldades se devem mais à baixa popularidade de Dilma e à consequente falta de apoio da base aliada do que propriamente aos temas que a Câmara irá analisar”, informa O Globo.

“A Record começa de manhã falando de desgraça e vai até de madrugada”, alfineta Ratinho

Fonte: RD1

Durante entrevista ao canal de internet “TunaTV”, Ratinho voltou a causar polêmica ao falar sobre a sua principal concorrente na disputa por audiência. O apresentador criticou a Record e afirmou que a adversária só mostra tragédia em toda a programação.

“A Record começa às seis da manhã falando de desgraça e vai até de madrugada. Quem assiste a uma TV dessa fica com tensão nervosa, brabo…”, disse Carlos Massa.

Em março, em entrevista ao “Pânico”, Ratinho já havia alfinetado Gugu, com quem disputa a preferência de público de terça à quinta-feira.

“É baixaria (o que ele está fazendo). Tipo o que eu fazia, o que nós fazíamos. Eu acho, Gugu, que vamos ter que disputar as baixarias a partir de agora”, disparou.

Em meio à rotina de medo devido a violência contra a mulher, uma trégua para recomeçar

Fonte: Todo Dia

Para T., 25, moradora da RMC (Região Metropolitana de Campinas), os ataques do marido foram interrompidos há um ano e meio. Casada há cinco e em relacionamento com ele há nove anos, T. contou que durante um período ele passou a bater nela. Por seis meses, as discussões na casa resultavam em violência física. Agora, diz, as agressões pararam, e eles continuam a viver juntos.
 
Na primeira vez, contou, o marido chegou em casa alcoolizado e no meio de uma discussão puxou-a pelos cabelos, jogou T. no chão e começou a bater nela. "Ele me bateu, mas não deixava marcas nem nada. Momentos depois ele se arrependeu e começou a me pedir desculpas", disse.
 
A "trégua" durou três meses, quando o marido novamente alcoolizado levantou a mulher pelo pescoço, segurando-a contra a parede. "Achei que ele ia me matar. Ele chegou em casa, a gente estava conversando, começamos uma discussão boba e quando eu vi já estava na parede."
 
A agressão resultou em um boletim de ocorrência, mas sem a presença de marcas era necessário uma representação criminal contra ele, que não foi feita. Depois desse episódio, T. decidiu acabar com o casamento. Ela afirmou que o marido prometeu diminuir a frequência do consumo de álcool.
 
 "Ele estava bebendo todos os dias, hoje parou durante a semana, é bem menos. Eu tinha medo, ele chegava e eu já ficava quieta, acordava assustada de madrugada, tinha medo de ele fazer alguma coisa enquanto eu dormia", disse.
 
T. contou que, com a ajuda e o apoio no Ceamo (Centro de Apoio à Mulher Operosa), de Campinas, e da psicóloga da empresa onde trabalha, conseguiu desenvolver uma maneira de dialogar com o marido e as agressões cessaram. Ela disse que confia que elas não voltarão a acontecer, mas também não contou a ele que deu esta entrevista.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Jovem de bicicleta furta celular de mulher em ponto de ônibus

Fonte: Todo Dia

Uma mulher foi vítima de furto enquanto esperava um ônibus em um ponto na Avenida da Emancipação, em Hortolândia, na noite de anteontem. M.L.S., 37, estava parada no local quando foi surpreendida por três suspeitos de bicicleta, que levaram seu celular.
 
A vítima aguardava o ônibus por volta das 20h quando os três homens se aproximaram, cada um em uma bicicleta. Dois deles passaram por ela, mas, quando o terceiro rapaz passou, tomou o celular que estava na mão da vítima e fugiu. 
 
A mulher informou que os ladrões aparentavam ser menores de idade. O que pegou o celular tinha cabelo escuro e liso, segundo ela. O caso foi registrado como furto, já que não houve ameaça ou violência por parte dos autores, e será investigado pela Polícia Civil.

Ao contrário do que dizem Jonas e Arly, receita da SANASA em Campinas cresceu

Fonte: Todo Dia

Ao contrário do que disseram o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), e o presidente da Sanasa (Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento), Arly de Lara Romêo, o faturamento da empresa de economia mista cresceu nos últimos meses. A suposta queda na receita foi citada por Arly nesta semana para justificar o segundo aumento na tarifa d'água só neste ano (os dois reajustes somam 27%).
 
Porém, a realidade é outra. Segundo dados disponíveis no site da própria Sanasa, a receita oriunda do consumo de água, em junho deste ano, foi de R$ 48,8 milhões, a maior desde maio do ano passado. O faturamento médio de 2015 é o maior dos últimos três anos (R$ 46,9 milhões, ante R$ 46,5 milhões em 2014 e R$ 43 milhões em 2013) - veja quadro abaixo.
 
No Facebook, Jonas afirmou anteontem aos que questionavam o aumento que "é verdade que a Sanasa teve queda de faturamento com a crise hídrica que todos temos enfrentado desde o ano passado", enquanto o presidente da autarquia disse, em entrevista ao Bom Dia Brasil, da Rede Globo, um dia antes, que "houve uma redução do consumo, e consequentemente resultou no faturamento da empresa". As discussões para enfrentamento da crise hídrica em Campinas tiveram início em maio de 2014, quando a Sanasa apresentou à Câmara de Campinas um plano de racionamento, além de elencar ações para redução das perdas de água e melhoria nas condições dos mananciais. Nesta época, houve realmente uma queda na arrecadação referente ao consumo, que prosseguiu até o mês de dezembro de 2014.
 
No entanto, a receita voltou a subir naquele mês.
 
No total geral das receitas, contando verbas operacionais (consumo, serviços e parcelamento) e não operacionais (empréstimos, financiamentos onerosos e não onerosos, e demais receitas), no mês passado o faturamento foi de R$ 90,617 milhões.
 
 O valor é o maior desde janeiro de 2013, primeira data disponível para consulta dos demonstrativos de receitas. Entre o total das receitas em junho, consta um valor de R$ 31,1 milhões descrito como "Demais Receitas". Questionada por e-mail, a assessoria da Sanasa não respondeu a que se refere esse valor.
 
Nas tabelas de receitas divulgadas pela empresa, também é calculada a arrecadação média com o consumo. Tanto em relação ao faturamento geral quanto na receita obtida apenas com o consumo, a média deste ano supera a dos dois anos anteriores. Além do aumento de 15% na tarifa de água anunciado para agosto, a conta também teve um reajuste de 11,98% em fevereiro. A recente elevação divulgada gerou revolta e uma denúncia ao Ministério Público Estadual.

TV Cultura grava versão do seriado Chaves, mas atrasa Vila Sésamo

Fonte: NTV Notícias

No meio de uma de suas piores crises, a TV Cultura está preparando uma versão brasileira do seriado Chaves, produção mexicana dos anos 1970 que há 30 anos faz sucesso no SBT. As primeiras gravações do piloto de Quinho e Sua Mochila foram realizadas no último final de semana. Ambientado em uma vila, o programa segue uma linha de dramaturgia popular. A decisão chocou funcionários da emissora pública paulista, que está atrasada em quase um ano na realização do educativo Vila Sésamo. 

Segundo funcionários da Cultura, o projeto foi encomendado pelo presidente da emissora, Marcos Mendonça, com a orientação expressa de ser uma versão do humorístico estrelado por Roberto Gómez Bolaños, morto no ano passado. A mulher de Mendonça, Dalva, teria aprovado o roteiro final e opinado nos figurinos e cenários. A TV Cultura apenas confirma que Quinho e Sua Mochila é um "projeto piloto", em fase de testes.

Os testes com o "novo" Chaves estão ocorrendo em um momento em que a Cultura atravessa grave crise. Na semana passada, a emissora descumpriu acordo de estabilidade pós-greve e demitiu 53 profissionais sem se comprometer a pagar seus direitos trabalhistas.

Ao mesmo tempo em que aposta no humor popular da série mexicana, a Cultura tem dificuldades para produzir uma nova temporada de Vila Sésamo, também uma criação dos anos 1970, porém reconhecida como a produção educativa infantil de maior sucesso de todos os tempos. A Cultura já recebeu recursos da TV Brasil, parceira no projeto, e já deveria ter iniciado a produção, com estreia prevista para outubro. O elenco já foi selecionado há mais de um ano, mas até agora ninguém assinoui contrato.

Consultada, a Cultura também foi econômica sobre Vila Sésamo. Apenas informou que "está redimensionando com a Sesame Workshop [empresa detentora dos direitos do programa de bonecos] para produzir o que havia sido acordado inicialmente".

A troca de Vila Sésamo por uma versão de Chaves está sendo vista com preocupação nos bastidores da TV Cultura. Seria um retrocesso para uma emissora com um histórico de produções premiadas pelo valor cultural e educativo. Se vier a produzir Quinho e Sua Mochila como versão de Chaves, a Cultura se equiparará à RedeTV!, que em 2004 tentou realizar uma cópia da série mexicana, intitulada Vila Maluca. Curiosamente, o protagonista do Chaves da RedeTV! se chamava Quinho.

Agentes do complexo Campinas-Hortolândia suspendem greve

Fonte: Todo Dia

Os agentes penitenciários que atuam no Complexo Campinas-Hortolândia, que reúne seis unidades prisionais, suspenderam a greve iniciada na última segunda-feira (20). Os funcionários decidiram pela suspensão após receberem ameaças de punições, segundo o sindicado da categoria. No resto do estado, a paralisação continua em 10 das 163 unidades, conforme balanço divulgado pela SAP (Secretaria de Administração Penitenciária).
 
A greve da categoria foi deflagrada para tentar evitar a exoneração de 32 agentes que estariam sendo punidos por atos da paralisação do ano passado. Os trabalhadores também cobram o pagamento de um bônus que teria ficado combinado na mesma ocasião.
De acordo com o diretor regional do Sindasp (Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária), Carlos Rufino, desde a última terça (21), os funcionários do complexo que aderiram à greve recebem ameaças de punição. "A diretoria disse que ia fotografar e identificar todos os agentes que estavam participando da greve, fazer B.O. (Boletim de Ocorrência) e abrir processo administrativo. Isso desmotivou os colegas", afirmou.
 
As atividades no local foram retomadas normalmente nesta sexta-feira (24). Leia mais detalhes na edição impressa do Jornal TODODIA deste sábado (25).

Gravação denuncia fraude em greve de agentes penitenciários de SP

Presidente do Sindicato pediu simulação de briga com a PM.Ideia era atrair novas adesões ao movimento.

Fonte: Rede Globo - Hora 1

A greve dos agentes penitenciários de São Paulo, que começou na segunda-feira (20), está perdendo força.

A categoria foi surpreendida com uma gravação que mostra o presidente do Sindicato pedindo que os agentes simulem uma briga com a Polícia Militar. Ele achou que essa atitude atrairia novas adesões ao movimento.

Na gravação de pouco mais de um minuto, o presidente do Sindicato, Daniel Grandolfo, orienta um agente penitenciário chamado Eduardo a forjar um confronto com PMs durante a paralisação em uma das cadeias.

"Eduardo, faz o seguinte, meu irmão, é... Vocês fazem a cena, entendeu, do loco. Troca ideia antes com os PMs, se os PMs for invadir memo, troca ideia, entendeu, com eles. Faz a cena. Vê se consegue chamar a imprensa ou alguém para filmar com o celular ou alguma coisa desse tipo, faz uma cena, entendeu? Fala para os PMs empurrá os guarda, entendeu, fazer um bagulho meio louco e pede para alguém filmá, filma com o celular mesmo".

A paralisação dos agentes penitenciários já dura quatro dias. Entre outras reinvindicações, os grevistas pedem reposição salarial e melhores condições de trabalho. No áudio, Daniel Grandolfo diz que a ideia do falso enfrentamento é aumentar a adesão ao movimento.

"É esse tipo de imagem que vai revoltar a categoria e vai conseguir a adesão de mais gente, entendeu? A gente bota a cara de herói aí e distribui em todos os lugares, entendeu? É isso aí que faz o movimento crescer".

A rádio CBN falou com o presidente do Sindicato. Daniel Grandolfo confirmou a veracidade da gravação, mas negou que os agentes simulassem um tumulto com a PM.

A Polícia Civil vai avaliar a gravação para verificar se houve crime. Já o comando da Polícia Militar informou que não concorda com ações ilegais e lamentou o envolvimento do nome da corporação no episódio.

PMDB e Planalto começam a pensar em substitutos para Eduardo Cunha

Fonte: UOL Notícias

O comando do PMDB e o Palácio do Planalto consideram inevitável que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, venha a ser denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Quando a denúncia vier, no âmbito da Operação Lava Jato, haverá pressão para Cunha se afastar do cargo de presidente da Câmara. Se for esse o desfecho, quem no PMDB poderá substituí-lo? Esse debate já começou dentro do PMDB e no Palácio do Planalto.

Por enquanto, a lista dos possíveis substitutos está em formação. Poucos têm relevância na bancada peemedebista atual para tentar construir um consenso.

Caciques peemedebistas citam preliminarmente alguns nomes que poderiam agradar ao PMDB e ao Palácio do Planalto (não necessariamente nessa ordem): os deputados federais Lelo Coimbra (ES), Osmar Terra (RS) e Edinho Araújo (SP), este último atualmente ministro dos Portos.

SAÍDA “ALDO REBELO”
 
Em 2005, quando Severino Cavalcanti (PP-PE) caiu no caso conhecido como “mensalinho”, a presidência da Câmara foi entregue a um deputado considerado equilibrado e respeitado pelos demais, mas de uma sigla bem pequena: Aldo Rebelo (PC do B-SP).

Aldo hoje não é mais deputado –está sem mandato e é titular do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Quem poderia ser o “Aldo” atual? Não há consenso, mas ouve-se no Planalto e entre peemedebistas o nome de Miro Teixeira, ex-ministro de Lula e hoje filiado ao minúsculo Pros, do Rio.

Miro (que já foi filiado antes ao PMDB, PP, PDT, PPS e PT) tem 70 anos e foi eleito pela 11ª vez em 2014. É o deputado federal em atividade com mais mandatos.

REAÇÃO DE EDUARDO CUNHA
 
O que não se encaixa nessa equação preparada pela cúpula do PMDB e pelo Planalto é o fato de Eduardo Cunha estar decidido a não sair de sua cadeira se e quando for denunciado por Rodrigo Janot.

“Quem é denunciado não é réu. Primeiro, o Supremo terá de aceitar a denúncia. Eu já fui réu outra vez, mas fui absolvido depois. Vai prevalecer a presunção da inocência”, diz Cunha a quem o pergunta sobre o tema.

Cunha vai resistir até o fim. Na semana que vem, começa na segunda-feira (27.jul.2015), participará do evento em São Paulo “Almoço-Debate Lide”, cujo tema é “Democracia participativa e relação com a sociedade civil”. O Lide é comandado pelo empresário João Dória, que em 2007 articulou o movimento Cansei para pregar o “fora, Lula!”.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Morte de Amy Winehouse completa quatro anos nesta quinta

Em 23 de julho de 2011 a cantora foi encontrada morta em sua casa em Camden Town, notícia que causou uma grande comoção no mundo musical.

Fonte: RAC

Amy Jade Winehouse. Este é o nome completo da considerada Diva do Jazz, que teve uma vida curta, porém intensa. Ingressou na carreira musical ainda na adolescência, e foi responsável por canções que jamais serão esquecidas.

Em 23 de julho de 2011 a cantora foi encontrada morta em sua casa em Camden Town, notícia que causou uma grande comoção no mundo musical, já que Amy tinha apenas 27 anos. A autópsia da cantora revelou abuso de álcool.
Seis prêmios Grammy; dois discos de estúdio, "Frank" (2003) e "Back to Black" (2006), e um póstumo, "Lioness: Hidden Treasures" (2011), fazem com que Amy Winehouse continue sendo uma referência da música soul no mundo.

O legado de Amy Winehouse ganhou força e a cantora se uniu ao "Clube dos 27", se juntando a jovens estrelas como Kurt Cobain, Jimi Hendrix, Janis Joplin e Jim Morrison, que morreram de maneira trágica também aos 27 anos.

O REPÓRTER CIDADE APÓIA:


Jô Soares reclama de programa mais curto em 2015: “Uma das coisas que mais me aflige”

Fonte: RD1

Desde o começo da temporada 2015, Jô Soares viu seu programa perder tempo na grade de programação da Globo. O apresentador, no entanto, resolveu falar publicamente sobre o assunto na madrugada desta quinta-feira (23).

Ele admitiu ficar aflito por conta da redução do “Programa do Jô”, mas confessou que a atração, menor, acaba ganhando agilidade.

“Uma das coisas que mais me aflige é fazer esse programa mais curto. Mas sei que ele ganha mais dinâmica no ar”, disse o comunicador durante o “Meninas do Jô”.

Em alta, Maria Júlia Coutinho entra de férias na Globo

Fonte: RD1

Sucesso na Globo e motivo de ciumeira nos bastidores, Maria Julia Coutinho entra de férias nesta quarta-feira (22) no “Jornal Nacional”.

A ‘moça do tempo’ deixou tudo nas mãos de Eliana Marques, que vai substituí-la no principal telejornal da Casa e acumular a função no “Hoje” e “SPTV 2ª edição”. As informações são de Flávio Ricco.

As férias de Maju, no entanto, já estavam planejadas e nada tem a ver com os ataques que a jornalista sofreu recentemente nas redes sociais. Cabe lembrar, a profissional está cotada para a vaga de Poliana Abritta no comando do “Fantástico” enquanto a titular estiver de férias, como você já viu no RD1.

Roubo de carga cai em junho, mas aumenta no 1º semestre em SP

Fonte: G1 - São Paulo

São Paulo teve queda no número de casos de roubo de carga em junho deste ano em comparação com o mesmo mês do ano passado. Apesar disso, o estado e a capital fecharam este semestre com aumento desse tipo de crime, comparado com período idêntico de 2014.

O G1 teve acesso aos dados desse índice criminal que a Secretaria da Segurança Pública (SSP) irá divulgar oficialmente no seu site nos próximos dias.


Estado, Grande São Paulo e capital registraram quedas de roubos de cargas no mês passado num comparativo com igual período de 2014. O estado teve 584 casos desse crime em junho ante 658 no mesmo mês do ano passado.

Apesar disso, o estado e a capital terminaram este semestre com aumento de roubos de carga em comparação com o mesmo período de 2014. Foram 4.422 casos neste ano no Estado, ante 4.300 no ano passado. A capital registrou recentemente 2.659 roubos diante de 2.471. O mês de março deste ano contribuiu para o aumento, tendo picos de casos (veja quadro abaixo).

Houve recuo somente na amostragem feita com a Grande São Paulo. Este semestre teve 991 casos de roubos de carga diante de 1.060 em 2014.

Usando o mesmo comparativo, Grande São Paulo registrou 135 roubos de carga neste ano diante de 175 em 2014. Já a capital teve 323 contra 361.

Em entrevista à equipe de reportagem, o secretário da SSP, Alexandre de Moraes, disse esperar equilibrar os números desse tipo de crime. "Ainda no semestre, ainda no estado, há uma leve elevação de 2,84 [%]. Nós precisamos continuar essa tendência pra já, tudo dando certo, no mês que vem já equilibrarmos isso".


Alexandre comemorou essa redução de roubos de cargas no mês passado (veja vídeo acima). Ele atribuiu o recuo em junho a cerca de 200 prisões feitas pela polícia de suspeitos de praticar esse tipo de crime, incluindo integrantes de quadrilhas especializadas.
“Nós alteramos a forma de policiamento. Viaturas se movendo mais, mais motocicletas fazendo policiamento e o policiamento integrado: Polícia Militar [PM] / Polícia Civil", disse Mores para justificar a prisão de seis grandes quadrilhas de roubos de carga que atuavam no Estado.

As prisões foram feitas a partir de investigações com trabalho de inteligência da Delegacia de Repressão a Desmanches Ilegais (Divecar) do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic). "A prisão de cada quadrilha, eu diria a você, que diminui em muito o roubo a carga", afirmou Moraes. "Prendendo a quadrilha, você prende o receptador e diminiu o fluxo da criminalidade".

No mês passado, o secretário completou mais de seis meses à frente da pasta da Segurança. Ele assumiu o cargo em janeiro, no lugar de seu antecessor, Fernando Grella. No discurso de posse, havia dito que uma das metas da SSP seria o combate aos roubos para diminuir esse tipo de crime. 


A região de Campinas ainda é visada por ser cortada pelas rodovias Anhanguera, Bandeirantes, Santos Dumont e Dom Pedro I, rotas de veículos de transporte de cargas.
Em maio, cerca de 15 homens armados usaram dois caminhões e duas carretas para roubar eletroeletrônicos, como tablets e celulares, do centro de distribuição do Magazine Luiza, em Louveira. “Com a prisão dos integrantes da quadrilha, foram recuperados R$ 25 milhões em produtos”, disse Moraes.


De acordo com o secretário, além das quadrilhas, assaltantes praticavam roubos de cargas fracionadas de carnes nas regiões de São José do Rio Preto e Bauru. “Na Baixada Santista, em virtude do Porto [de Santos], nós temos outro tipo de quadrilha especializada”, afirmou.


Quarta-feira e quinta-feira são os dias com maior número de casos de roubos de carga, segundo Moraes. “São informações que nós mapeamos”, explicou o secretário.


Os períodos da manhã, das 6h às 9h, e os do final da tarde e noite, entre 18h e 21h, foram os horários com maior incidência de roubos.