quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Vila Soma: Presidenta Dilma aprova projeto e ocupação será contemplada pelo minha casa minha vida

Fonte: Todo Dia

O governo federal, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida Entidades, aprovou a proposta de financiamento de dois empreendimentos para as famílias da ocupação Vila Soma, de Sumaré. Segundo publicação no Diário Oficial da União, as duas construções, com 1.380 unidades habitacionais, serão chamadas de Vila Soma I e II. O investimento garantido é de R$ 139,5 milhões. A coordenação da ocupação agradeceu à presidente Dilma Rousseff (PT) pela aprovação. Integrantes do movimento foram a Indaiatuba ontem, onde Dilma entregou 2.048 moradias do programa. 
 
Segundo o advogado das famílias, Alexandre Mandl, os dois empreendimentos devem ser construídos na região do Jardim Picerno. A partir de agora, a prefeitura deve analisar as diretrizes do projeto para a construtora Emccamp, que realizará as obras. Anteontem, a organização da ocupação se reuniu com a Caixa Econômica e governos federal e estadual. "Traçamos estratégias para dialogar com a prefeitura", explicou Mandl. 
 
A aprovação do financiamento foi divulgada no Diário Oficial da União de 31 de dezembro. Os dois terrenos são particulares, segundo o advogado, e o valor de investimento do governo federal prevê, também, a compra deles. O financiamento será pela Caixa Econômica Federal. 
 
"Gostaríamos que fosse o quanto antes, o mais rápido possível. Se já houvesse as diretrizes, a construtora calcula entre oito e dez meses para começar as obras, mais 12 meses para finalizar", afirmou Mandl. Segundo ele, o local dos dois empreendimentos foi definido pela prefeitura, que se nega a dar andamento ao projeto.
 
Em novembro, a prefeita Cristina Carrara (PSDB) assinou um decreto que suspende, temporariamente, a emissão de diretrizes e aprovação de projetos habitacionais para rever o Plano Diretor, até outubro de 2016.
 
A postura da prefeitura tem sido de que não pode quebrar a ordem cronológica das famílias a serem beneficiadas pelo Programa de Habitação e não vai passar os ocupantes da Vila Soma à frente dos que aguardam há mais tempo na fila. 
 
Questionada na noite de ontem, a administração não se manifestou.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Homem é preso após tentativa de estupro em banheiro infantil e é liberado em seguida

Suspeito foi arrancado a socos e pontapés do sanitário por frequentadores de parque

Fonte: R7 - Notícias

Um homem foi detido em flagrante após tentativa de estupro, em um banheiro feminino utilizado por crianças e adolescentes, no parque da Água Branca, na avenida Francisco Matarazzo, 455, na Água Branca, bairro da zona oeste da capital. O caso aconteceu por volta das 17h40 da última segunda-feira (1º).

Segundo a polícia civil, o suspeito foi arrancado a socos e pontapés do interior do sanitário pelos frequentadores do parque, após uma mãe ter presenciado a atitude e gritado por socorro. Policiais militares, que estavam nas proximidades, conduziram o rapaz à delegacia.

O homem, que não teve o nome divulgado, é maior de idade. Ele foi encaminhado ao 91º DP — Ceasa — onde prestou depoimento e foi liberado, por volta das 2h da madruga desta terça-feira (2), após assinar um termo circunstanciado. Não houve estupro consumado.

Presidente faz gesto em busca de distensão política

Ida ao Congresso tenta evitar radicalização ainda maior do debate político.

Fonte: Blog do Kennedy

A ida da presidente Dilma Rousseff hoje ao Congresso para levar pessoalmente a Mensagem do Executivo é um gesto contra a radicalização do debate político. Há acirramento das relações entre governo e oposição desde o fim das eleições de 2014. Essa guerra cresceu no ano passado com o debate em torno do impeachment e pode ganhar ares ainda mais fortes com as investigações contra o ex-presidente Lula.

Numa hora em que a temperatura tende a subir, a presidente toma um atitude ousada, necessária e que busca distensão política. O Brasil enfrenta problemas demais para que sua classe política priorize a guerra ao diálogo.

Nesse contexto, a presidente acerta ao ir hoje pessoalmente ao Congresso. De acordo com auxiliares, as linhas gerais do discurso devem repetir um pouco do que ela falou na reunião do Conselhão na semana passada: reforma da Previdência, recriação da CPMF, projetos que ajudem no reequilíbrio fiscal e combate à crescente ameaça do vírus zika.

Dilma foi aconselhada a fazer um convite à oposição para dialogar. Será preciso ir além de dizer que está aberta ao diálogo. O ideal é apresentar uma proposta concreta para encontrar líderes da oposição.

Também há expectativa em relação à reação da oposição à presença da presidente no Congresso. Uma hostilidade numa cerimônia que é um rito importante de poder soaria como desrespeito institucional. Mas, como a classe política brasileira anda dando provas de estar aquém dos desafios do país, não dá para descartar um erro desse tipo.

Uma distensão política é fundamental, porque a vida real das pessoas, com os fantasmas do desemprego e do zika, merece mais consideração do que jogos de disputa de poder.

Duelo federal

Ao ignorar ontem o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, na reabertura do trabalhos do Judiciário, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mandou um recado ao STF (Supremo Tribunal Federal). Reagiu aos bastidores de que o Supremo poderia negar o pedido de Janot para afastar Cunha da presidência da Câmara e do cargo de deputado federal.

Janot deu demonstração ontem de que não considera que Cunha mereça estar no cargo. As acusações contra o presidente da Câmara são gravíssimas. O Supremo tem obrigação de tratar desse tema com celeridade. Foi um equívoco não ter resolvido isso antes do recesso. Manter Cunha na presidência da Câmara seria um erro diante de tudo o que se sabe a respeito dele.

Carro usado por atiradores é localizado; ferido foge de hospital Polícia

Fonte: Todo Dia

A Polícia Civil localizou o veículo utilizado pelos cinco atiradores, que mataram dois homens e feriram mais sete pessoas no final da tarde deste domingo (31), no Conjunto Habitacional dos Trabalhadores, em Santa Bárbara d'Oeste. O carro estava abandonado em um canavial próximo ao bairro Vila Rica. Ninguém foi preso.
 
Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos usavam pelo menos um fuzil e pistolas e atiraram contra as vítimas no bairro. Depois dos tiros, os suspeitos fugiram no veículo, que só foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (1).
 
Das nove vítimas, duas morreram e outras 7 ficaram feridas. Entre os feridos, quatro possuem passagem pela polícia por tráfico, roubo e receptação. Cleiton João Rossi, 19, e José de Campos Carreira, 56, ambos moradores do bairro, morreram e não tinham ficha criminal.

Carreira será enterrado às 17h no Parque Gramado, em Americana. O enterro de Rossi acontece às 16h, no Cemitério da Paz, em Santa Bárbara. Até as 15h, três pessoas ainda seguiam em observação em hospitais da cidade.
 
Conforme informações da Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste, um dos homens feridos nos disparos, que estava internado no pronto-socorro Edson Mano, fugiu do local sem receber alta. De acordo com a Polícia Civil, a GCM (Guarda Civil Municipal) reforçou o policiamento nas unidades de saúde.
 
INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil está investigando o caso. A reportagem do TODODIA apurou que os policiais trabalham com a possibilidade de os tiros serem um acerto de contas entre dois grupos ligados ao tráfico na cidade, e também uma vingança pela morte de um homem de 32 anos no bairro Mollon, no domingo (24).

Neymar presta depoimento nesta terça-feira à Justiça espanhola

Jogador do Barcelona é investigado por corrupção entre particulares e fraude.

Fonte: R7 - Notícias

 
Neymar irá se apresentar à Justiça espanhola nesta terça-feira (2) para prestar esclarecimentos. O jogador é acusado de corrupção entre particulares e fraude na negociação que selou sua transferência para o Barcelona.

Além do atacante, Sandro Rossel, ex-presidente do clube catalão, e Josep Maria Bartomeu, o atual, também foram convocados pelo juiz da Audiência Nacional, José da Mata, e irão depor pelos mesmos crimes.

Assim como eles, o pai e a mãe de Neymar, um representante da empresa N&N, da família do jogador, e os ex-presidentes do Santos Odilio Rodrigues e Luis Álvaro de Oliveira também se apresentarão nesta terça.

A investigação acontece no processo movido pela DIS, empresa que detinha parte dos direitos econômicos sobre Neymar quando ele ainda era jogador do Santos. Além disso, a Receita espanhola calcula que o brasileiro tenha deixado de pagar mais de 9 milhões de euros em impostos.

Silêncio
 
Segundo os jornais espanhóis Sport e Mundo Deportivo, José Maria Bartolomeu e Sandro Rossel teriam se apresentado à Audiência Nacional espanhola já na segunda-feira (1º), mas ficado em silêncio por "já terem explicado tudo" durante o decorrer do processo em que foram acusados de crime fiscal.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Morre Chico Amaral, ex-prefeito de Campinas, aos 93 anos

Fonte: Todo Dia

O ex-prefeito de Campinas Chico Amaral morreu na madrugada desta quinta-feira (28), no Hospital Irmãos Penteado, em Campinas, aos 93 anos, na véspera de seu aniversário. Prefeito por dois mandatos, entre 1977 e 1982, e entre 1997 e 2000, ele deixa esposa e quatro filhos. O velório deve ter início por volta das 11h, no Parque Flamboyant, e o enterro ocorre às 16h30, no mesmo local.
 
Conforme informações do hospital, ele havia ficado 10 dias internado no início de janeiro com problemas respiratórios e renais. Na última quinta-feira (21), ele voltou a ser internado até a madrugada desta quarta, quando teve falência múltipla dos órgãos.
 
Além dos dois mandatos como prefeito, Chico foi deputado estadual e federal e, como legislador, foi autor da lei que permite o uso do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) na aquisição de casa própria.
 
Histórico
 
Nascido em Campinas em 29 de janeiro de 1922, Chico Amaral foi eleito deputado estadual em 1962 e deputado federal pó São Paulo em 1967, sendo essa a primeira de suas seis legislaturas na Câmara Federal.
 
Foi prefeito de Campinas pela primeira vez em 1977. Renunciou ao cargo em maio de 1982 para candidatar-se a deputado federal e, como o então vice-prefeito José Roberto Magalhães Teixeira também renunciou para candidatar-se a prefeito, foi substituído pelo presidente da Câmara de vereadores da época, José Nassif Mokarzel. Em 1997, foi mais uma vez eleito prefeito da cidade, cumprindo o mandato na íntegra, até 2000.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Latrocínios e roubos a banco registram alta

Fonte: Todo Dia

O número de latrocínios - roubos seguido de morte - subiu 25% na RMC (Região Metropolitana de Campinas) nas comparação de 2015 com 2014. Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado, que atualizou os dados ontem, foram 20 casos no ano passado contra 16 em 2014. Só em Campinas, o aumento foi de 37,5% - de 8 para 11. 
 
Além disso, o número de roubos a banco aumentou 30,8% no mesmo período, segundo o balanço da secretaria. Foram 17 roubos em 2015 contra 13 no ano anterior. Só em Americana, que não teve roubo a banco em 2014, houve três nos 12 meses do ano passado.
 
Outras quatro cidades que não tinham registro desse tipo de roubo em 2014 passaram a ter no ano passado: Jaguariúna, Nova Odessa, Pedreira e Santo Antônio de Posse, todas com um. 
 
O ex-secretário nacional de Segurança Pública e coronel reformado da PM, José Vicente da Silva Filho, diz que não há como prevenir latrocínios e que, de modo geral, os dados da SSP mostraram melhora na segurança do Estado. "Não há prevenção possível. Geralmente os casos em latrocínio há uma precipitação do ladrão, ou reação da vítima. De modo geral, a segurança melhorou substancialmente", analisou.

Flagra: babá bate em criança autista e portadora de Síndrome de Down em Porto Alegre

Fonte: Fala Brasil


Irmã do Prefeito cassado de Americana Diego Denadai sai como pré candidata a prefeitura da cidade

Fonte: Todo Dia

Talitha de Nadai (PTB), irmã do prefeito cassado Diego de Nadai (PTB), é pré-candidata à Prefeitura de Americana. O anúncio foi feito pelo deputado estadual Campos Machado, presidente nacional do partido em seu facebook.
 
Ele explicou que ouviu falar dela e a convidou para ir até São Paulo para conversarem. “Depois de 5 minutos de conversa, sem ser pretensioso, conclui que estava diante de uma mulher que preenche todos os requisitos para representar uma cidade e uma gente, e então comecei a conversar com ela sobre o cenário político de Americana cidade que sempre admirei por seu belo povo. Ficamos de ter uma próxima conversa depois do carnaval, mas acho que já encontrei minha candidata para a prefeitura em Americana”, escreveu.
 
Talitha confirmou ao TODODIA a intenção de ser prefeita. “É uma coisa que tenho muita vontade, gosto muito e tenho uma vontade de estar na política, não tem como ficar longe. Aprendo com o meu irmão todos os dias, inclusive com os erros dele. Mas somos pessoas diferentes, quem nos conhece sabe que somos diferentes”, afirmou.

Leia mais na edição impressa do Jornal TODODIA desta quarta-feira (27).

Polícia investiga série de estupros e estrangulamentos na zona sul de São Paulo

Cinco mulheres foram encontradas mortas em condições bem parecidas no Grajaú

Fonte: R7 - Notícias

Cinco mulheres foram encontradas mortas, vítimas de estupro e estrangulamento na região do Grajaú, zona sul de São Paulo. Além disso, duas delas também foram queimadas. Uma das vítimas foi Fernanda dos Santos Silva, de 27 anos. A jovem foi encontrada morta na manhã de segunda-feira (18), pela rua Estrela que Brilha.

Fernanda foi estuprada, estrangulada e teve seu corpo queimado da cintura para cima. A moça passou o domingo (17) na casa do pai de seus quatro filhos.

O homem relatou que, por volta das 3h de segunda, a jovem saiu da casa e informou que iria até um bar próximo comprar cigarro, mas a vítima não voltou.

A família recebeu a notícia por um conhecido, por volta das 6h40, de que Fernanda teria sido encontrada morta. A vítima, apesar de ter sido queimada, foi reconhecida pela família por anéis e roupas que usava.

O caso foi registrado no 85° Distrito Policial — Jardim Mirna. A Polícia Civil informou, por meio de nota, que “instaurou três inquéritos policiais para apurar casos cujas vítimas, todas do sexo feminino, foram mortas na mesma região, em curto espaço de tempo e com 'Modus Operandi' semelhante”.

Ainda em nota, a polícia diz também que “a Equipe D-Sul da Divisão de Homicídios realiza diligências nos locais dos fatos e adjacências, no sentido de identificar, localizar e prender o criminoso”.

Mesmo que os casos sejam parecidos entre si, a polícia disse que “ainda não se pode estabelecer relação entre os fatos”.

Ossada é encontrada por operador de máquinas em Hortolândia

Fonte: Todo Dia

Mesmo cansado depois de um dia de trabalho que terminou de uma maneira, no mínimo, diferente, o operador de máquina Reginaldo teve de lidar com a dificuldade de dormir e de comer na noite de anteontem. Isso porque a imagem do esqueleto humano que ele e o ajudante Ivonaldo encontraram no loteamento onde trabalham, no Parque Ortolândia, em Hortolândia, não saía da cabeça.
 
Reginaldo Evangelista, 28, estava no trator que roçava o mato do terreno, junto com o ajudante, quando viu algo estranho. "A gente estava terminando o asfalto, fomos limpar aquela área de mato e de cima da máquina dava pra ver. A gente achou que era de animal, algum cachorro, mas olhamos de perto e vimos o crânio, dente de humano. Deu susto na hora que vimos que era de humano", contou o operador.
 
A ossada estava espalhada. Ao lado dos ossos, havia uma calça azul, "em trapos", segundo Reginaldo. Assim que constataram que eram ossos humanos, os funcionários acionaram o superior da obra, que chamou a PM (Polícia Militar).
 
Depois de aguardar o registro da ocorrência, os trabalhadores voltaram para casa, mas a imagem do crânio foi junto, segundo Reginaldo. "Foi difícil essa noite. Até para comer depois foi complicado. A gente deita pra dormir fica lembrando, mas logo passa", afirmou o operador.
 
Segundo informações da Polícia Civil, não foi possível definir se a ossada era masculina ou feminina, e não havia nenhum tipo de identificação no local. Na obra, ninguém tinha informações sobre o cadáver. 
 
O loteamento fica próximo ao terminal de ônibus, no final da Avenida Olívio Franceschini. O local é fechado por muro. A perícia esteve no local, bem como o delegado de plantão. Os ossos foram levados para o IML (Instituto Médico Legal) para passar por exame necroscópico. O caso foi registrado como morte suspeita.
 
Até a tarde de ontem, os policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Hortolândia ainda não haviam conseguido identificar a ossada, e ninguém se apresentou como familiar da pessoa encontrada morta.

SP ignora limite de estrangeiros e quer Buffarini para rodízio gringo 16

Fonte: UOL Esportes

O São Paulo trabalha para tentar avançar na negociação com o lateral direito Julio Buffarini, 27, do San Lorenzo por quem fez uma oferta e diz ainda não ter obtido resposta. O interesse pelo jogador existe mesmo com as cinco vagas de estrangeiro já ocupadas dentro do elenco. E, segundo informado por membros da diretoria, a ideia é ter seis estrangeiros – um acima do limite – e promover um rodízio no elenco caso se chegue a um acordo com Buffarini.



A CBF (Confederação Brasileira de Futebol), em seu Regulamento Geral de Competições, descreve no artigo 40: "Os clubes poderão incluir nas súmulas de suas partidas até cinco (5) atletas estrangeiros".

Hoje o São Paulo tem cinco no elenco: o uruguaio Diego Lugano, o chileno Eugenio Mena, o colombiano Wilder Guisao e os argentinos Ricardo Centurión e Jonathan Calleri – este último, atacante, fechou acordo de empréstimo, assinou contrato no CT da Barra Funda na manhã de terça-feira e agora aguarda os últimos documentos da transferência para ser anunciado.

Se Buffarini – ou outro estrangeiro – for contratado, a diretoria entende que haverá um rodízio natural entre seis jogadores pelas cinco vagas no elenco. Entende-se que o lateral direito, por ser um pedido prioritário e mais caro de Bauza, seria titular, assim como Eugenio Mena, utilizado no time principal nos primeiros testes de 2016. No entanto, acredita-se que Diego Lugano, aos 35 anos, não estará presente em todos os jogos.

Centurión, apesar de ter começado o ano como titular em voto de confiança de Edgardo Bauza, é visto como um jogador que poderá entrar em rodízio com outras peças do ataque. Jonathan Calleri, reforço para a Libertadores, começa o ano como reserva de Alan Kardec. O último na escala, Wilder Guisao, perdeu espaço desde a saída de Osorio e foi usado como reserva por Bauza no amistoso contra o Cerro Porteño.

Ao San Lorenzo, o São Paulo fez uma proposta de 1,2 milhão de dólares (R$ 4,9 milhões) por 50% dos direitos econômicos de Buffarini. Segundo informado por membros da diretoria, a oferta não foi aumentada e tampouco houve resposta até aqui.

Buffarini foi campeão da Copa Libertadores sob o comando de Edgardo Bauza em 2014. No São Paulo, seria alternativa para o lugar hoje ocupado por Bruno, autor de um golaço que deu a vitória por 1 a 0 para o São Paulo no jogo-treino contra o Boa Esporte, na terça-feira (veja abaixo).
  
O único reforço brasileiro do São Paulo para 2016, por enquanto, é o atacante Kieza, que apesar de ser um jogador de referência ofensiva já afirmou que não vê problema em dividir o ataque com Alan Kardec e Jonathan Calleri – Kieza diz que pode jogar como segundo atacante, pelas pontas e que não é um centroavante que fica parado na área.

O São Paulo começa a temporada de 2016 no próximo sábado, no Moisés Lucarelli, em partida contra o Red Bull Brasil, pelo Paulistão. Depois, no próximo dia 3, enfrenta o Cesar Vallejo, no Peru, pela primeira fase da Copa Libertadores – o jogo de volta acontece no dia 10, no Pacaembu, que será palco dos primeiros seis jogos do São Paulo como mandante em 2016, devido à reforma no gramado do Morumbi.

Enquanto não declara o elenco fechado e encerra as incursões no mercado, o São Paulo de Edgardo Bauza treina e deverá começar a temporada escalado com Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Michel Bastos, Ganso e Centurión; Alan Kardec.

Equipes da PM e do HM salvam bebê de 10 meses após engasgamento

Fonte: Todo Dia

Equipes da PM (Polícia Militar) e do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi salvaram um bebê de 10 meses que estava engasgado e convulsionando, ontem, por volta das 17h, na Avenida Comendador Thomaz Fortunato, Chácara Letônia, em Americana. 
 
A mãe da criança, identificada como Miguel, ligou no 190 da PM e foi orientada sobre como proceder para fazer a manobra de desobstrução das vias aéreas do bebê por membros da 3ª Companhia do bairro Antônio Zanaga. Porém, ela não conseguiu realizar o procedimento e uma equipe foi ao local para prestar o socorro.
 
Os policiais militares socorreram a criança ao Hospital Seara, no Jardim Brasil. No entanto, não havia médico no local e um enfermeiro não teve sucesso na desobstrução.
 
O bebê, junto com os pais foi então encaminhado para o Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. Agentes da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) abriram caminho para facilitar a passagem das viaturas.
 
Segundo a PM, no hospital a criança teve uma parada cardíaca, mas recebeu atendimento e não corre risco de morte, segundo a Guarda. Ela permanecia em observação ontem.

"O Corinthians tem que agradecer à China", diz Andrés Sánchez

Ex-superintendente de futebol disse que as finanças do clube ficariam arrebentadas se as principais estrelas não fossem negociadas.

Fonte: Band Esportes

Se a torcida corintiana ainda lamenta o desmanche na equipe neste início de temporada, Andrés Sanchez não pensa assim. Ex-superintendente de futebol do clube, ele lembrou que muitos atletas que saíram ganhavam altos salários e deixariam o clube em situação financeira complicada caso renovassem o contrato no futuro.

“O Corinthians tem que agradecer a China todo mês, todo dia. O Renato Augusto ganhava 450 mil por mês. Ele recusou 3,5 milhões por ano, imagina quanto ele não iria pedir para renovar? O Jadson, que jogou 6 meses bem, ganhava 400 mil. O Vagner Love que todo mundo falava que era ruim também ganhava 450 mil”, disse em entrevista ao programa Na Geral, da Rádio Bandeirantes.

Ao justificar a debandada de praticamente metade do time titular, Andrés ainda cutucou os principais rivais, que estariam com "inveja" do dinheiro embolsado pelo Timão.

“Se o Corinthians renova com todos eles, arrebentava com o grupo lá dentro e também com as finanças. O Palmeiras, o São Paulo e o Santos estão chorando porque não tiveram uma China na vida deles. As pessoas precisam ter mais responsabilidade antes de ficar criticando”, completou.

Do time campeão brasileiro em 2016, o Corinthians perdeu 4 atletas para o milionário futebol chinês: Renato Augusto, Ralf, Jadson e Gil. Já Vagner Love foi para o Monaco, da França, e Edu Dracena acertou com o rival Palmeiras.

Suspeito é baleado por PM após roubo à residência

Fonte: Todo Dia

O ajudante Douglas S., 24, acusado de roubar uma casa na madrugada desta quarta-feira (27) no bairro Portal Bordon, em Sumaré, foi baleado por um policial militar após perseguição na Estrada Municipal Mineko Ito. Um adolescente de 15 anos, que estava no mesmo veículo de Oliveira, foi apreendido.
 
De acordo com o BO (Boletim de Ocorrência), o ajudante e o menor de idade invadiram a residência por volta das 00h50, renderam a família, pegaram uma série de objetos do local, colocaram no Chevrolet Ônix das vítimas e fugiram com o carro. A PM (Polícia Militar) foi informada sobre o roubo e conseguiu localizar o veículo na Estrada Municipal Mineko Ito.
 
Na altura do bairro Parque Santo Antônio, o suspeito disparou três vezes contra a viatura da polícia, mas errou os tiros. Depois disso, o ajudante perdeu o controle do carro e bateu em um poste.
 
Ainda de acordo com o registro policial, Oliveira saiu do carro apontando a arma para os policiais. Um dos agentes reagiu a atirou duas vezes na barriga do suspeito. O adolescente, que estava no banco do passageiro, se rendeu e deitou no chão.
 
Oliveira foi socorrido ao Hospital Estadual de Sumaré e passou a noite internado. O menor foi apreendido. Um revólver argentino, calibre 32, também foi apreendido.
 
Leia mais detalhes na edição impressa do Jornal TODODIA desta quinta-feira (28).

Neymar e pai são condenados a pagar R$ 460 mil à Receita Federal

 A assessoria de imprensa do jogador Neymar já adiantou ao UOL Esporte que ele e o pai irão recorrer da decisão.

Fonte: UOL Notícias

O jogador Neymar da Silva Santos Júnior e seu pai, Neymar da Silva Santos, foram condenados a pagar, juntos, R$ 460 mil à Receita Federal, referentes a dívidas de imposto de renda de dois anos (2007 e 2008) em que o atleta jogava no Santos Futebol Clube. A decisão é de primeira instância e os advogados dos Silva Santos informam que irão recorrer.





Os valores já foram depositados por Neymar e seu pai em uma conta extrajudicial em 2012, quando os dois foram autuados pela Receita em dois processos administrativos movidos pelo Fisco e realizaram o pagamento da dívida. Em abril de 2014, porém, o jogador e seu pai entraram com uma ação na Justiça Federal, a qual o UOL Esporte teve acesso, para anular a cobrança e recuperar o dinheiro depositado. Mas, no último dia 15, o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira, da 4ª Vara da Justiça Federal em São Paulo, reconheceu a dívida, tanto do imposto quanto da multa cobrada, e negou o pedido do atleta.

Entenda o caso

Basicamente, a Justiça entende que os serviços prestados por Neymar ao Santos deveriam ter cobranças de impostos maiores do que os que foram pagos por eles pelos recebimentos em direito de imagem, que funciona como um amuleto para jogadores com altos salários terem deduções fiscais menores do que se tivessem recebendo tudo como se fosse salário em carteira assinada, no regime da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Assim, os atletas realizam o que entendem ser uma estratégia de planejamento tributário, abrindo uma empresa que passa a receber e ser tributada como PJ pelos "direitos de imagem" do jogador. De um tempo para cá, a Receita tem apertado o certo contra essa prática e os jogadores.
Durante os anos de 2007 e 2008, Neymar jogou no Santos Futebol Clube. A maior parte do dinheiro que recebeu para fazê-lo, foi pago a título de "direito de imagem", e não salário. O Santos pagava para uma empresa que Neymar e seu pai abriram exclusivamente para ser a detentora dos direitos de imagem do atleta, a Neymar Esporte e Marketing Ltda.
Caso tivesse recebido seu pagamento como se fosse salário, teria pago 27,5% de imposto de renda à Receita Federal sobre todo o valor recebido. Mas, recebendo através da pessoa jurídica que criou exclusivamente para este fim, os impostos que incidiram (PIS, Cofins, CSLL etc) foram menores do que o que seria pago caso recebesse como salário. O valor de R$ 460 mil corresponde a esta diferença mais a multa aplicada pela Receita.

O que Neymar e seu pai alegam

A questão é complexa. Os advogados de Neymar defendem interpretação diferente das leis tributárias daquela que a Justiça Federal entendeu como correta, que é a visão da Receita. Para os representantes do atleta, tudo não passa de um caso de planejamento tributário feito totalmente dentro das leis. Afirmam que Neymar tinha o direito de optar por abrir uma empresa e por meio dela receber parte de seus ganhos, uma vez que o direito de imagem é algo lícito e previsto na legislação brasileira.

Além disso, afirmam que, até fevereiro de 2008, ele ainda não havia completado 16 anos, e portanto não podia assinar um contrato empregatício com o Santos, mas unicamente um contrato de "formação de atleta", recebendo uma "bolsa de aprendizagem" para jogar bola. Assim, argumentam os advogados, jamais poderia ser salário o que ele recebia, não cabendo, portanto, a tributação de 27,5% de imposto de renda.
Como a Justiça Federal vê o caso

Já a Justiça Federal entendeu de outra forma. Em sua sentença, o juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira afirmou que planejamento tributário é uma coisa, mas criar artimanhas para burlar o Fisco, é outra. Ele argumenta que, até fevereiro de 2008, todo o dinheiro que Neymar recebeu foi de direito de imagem, não houve uma parte sequer declarada como bolsa para ao atleta "em formação". Tudo foi pago como direito de imagem, o tipo de pagamento que gera menos imposto. Depois disso, quando o atleta firmou um contrato com o Santos, menos da metade do que ele ganhava figurava como salário, o que seria mais um indicativo de que parte do salário estava sendo "maquiado" como direito de imagem.

Além disso, o magistrado aponta que o único cliente da empresa criada por Neymar é ele mesmo, que ela foi criada só para que ele pudesse receber por jogar no Santos sem que o valor fosse considerado salário, evitando assim pagar a totalidade do imposto devido. Ou, nas palavras do próprio juiz federal:

"O pagamento dos direitos de imagem não pode superar grosseiramente o valor da bolsa que o clube lhe paga, sendo ainda pago na mesma periodicidade que a própria bolsa. (Os clubes e os jogadores) não podem desnaturar a bolsa de aprendizagem totalmente em direitos de imagem, em proporção bastante indicativa do ludibrio.

(...) Ora, pode ser que o jogador tenha uma imagem valiosíssima desde a mais tenra idade, mas a desproporção entre imagem e retribuição (salário) – ainda que ausente contrato de trabalho no período do contrato de formação – é fulgente indiscutível) indicação do ludibrio criado".

Valores

Do montante total destes R$ 460 mil, a maior parte da dívida pertence a Neymar, com R$ 266.333,68, quantia essa calculada pela Receita Federal sob o argumento de Omissão de Rendimentos de Pessoa Física, acrescida de juros e multa, considerando que o atleta não poderia receber o valor da sua remuneração por meio de empresa constituída exclusivamente para esse fim, o que segundo entendimento da Justiça caracteriza uma maneira de diminuir a carga tributária incidente sobre essa remuneração. Já R$ 193.337,37 cabem, sob o mesmo argumento, ao pai do jogador, que era quem recebia por Neymar antes dele completar 16 anos de idade.

Ativista denuncia matança de cães em Hortolândia

Fonte: Correio Popular

Dezessete cachorros do projeto Cão Feliz e Cia., de Hortolândia, foram mortos desde o dia 26 de dezembro com pedaços de carne recheados de veneno e grampos pontiagudos jogados no quintal da casa de Márcia Campos, de 43 anos, presidente do projeto. A protetora dos animais afirmou que, na madrugada de segunda-feira (25), seu veículo foi atingido por uma enxada, jogada, segundo ela, pelo marido da vizinha, que ela considera a principal suspeita de ser autora das mortes. “Eu não consigo sair daqui para registrar um boletim de ocorrência com medo de que mais animais sejam mortos”, disse a ativista.

 A casa fica no bairro São Sebastião. Em aproximadamente 300 metros de terreno, vivem mais de 60 cachorros. Ela reconhece que o local não é apropriado para os animais e pede ajuda através de campanhas para que o projeto se estabeleça em sede própria. “Todos esses animais foram resgatados do Minha Casa Minha Vida, quando suas famílias os abandonaram. Esse é o quarto local para onde trago eles, e nos outros três endereços ocorreram extermínios através de fogo, tiros e pauladas”, disse Márcia.
 
No domingo, Márcia encontrou em seu quintal pedaços de salsicha recheados com grampos. Além disso, uma enxada teria sido arremessada pela vizinha do lado, que ela afirma já a ter ameaçado de morte. O vidro frontal do veículo que Márcia usa para transportar os cachorros e está no nome do projeto foi danificado. A presidente do projeto acusa o marido da vizinha, que, segundo, ela estava embriagado e teria jogado a enxada enquanto proferia xingamentos.
 
A vizinha negou qualquer tentativa de matar os animais e também que teria investido contra a presidente da associação e, quando questionada sobre outras acusações preferiu fica em silêncio. “Não tenho nada a declarar”, disse. Na vizinhança, todos se esquivam de qualquer comentário a respeito dos cachorros.
 
Segundo Márcia, todos os animais são castrados e nenhum possui qualquer parasita. Ela disse que são necessários 75 quilos de ração por dia para alimentar os cães e os custos para manter os animais são cobertos, em parte, por pessoas que “adotam” algum cachorro e mensalmente fazem depósitos nas contas do projeto. Entretanto, Márcia apela para que as pessoas adotem e levem os animais para um lar, principalmente diante da atual situação.
 
“Temos aqui crimes de maus-tratos, dano ao patrimônio e ameaça de morte. Por isso, venho a público pedir ajuda para que a gente consiga tirar o abrigo e leva-lo para uma sede própria”, disse Márcia. “Preciso que alguém possa vir ficar com eles para que eu ir na delegacia. Não posso nem colocar o carro na rua, pois temo que ele seja danificado novamente”, acrescentou.
 
A intensa mobilização nas redes sociais sobre a série de mortes levou até a sede do abrigo pessoas que se dispuseram a ajudar com alimentos e outras necessidades.
 
Conselho municipal de proteção animal
 
A Prefeitura de Hortolândia, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), orienta Márcia Campos, responsável pelo projeto Cão Feliz e Cia., a registrar boletim de ocorrência por crime de maus-tratos contra animais. Além disso, a Administração informou que o Conselho Municipal de Proteção aos Animais será comunicado sobre a ocorrência. “O órgão é responsável por desenvolver, em conjunto com a Prefeitura, políticas públicas para defesa e bem-estar dos animais, como controle populacional e combate aos maus tratos”, declarou em nota.

3 anos após tragédia da Kiss, maioria das famílias não recebeu indenização 4

Fonte: UOL Notícias

A tragédia da boate Kiss, que vitimou fatalmente 242 pessoas e deixou mais de 600 feridas em Santa Maria (RS), completa três anos nesta quarta-feira (27). Até agora, a imensa maioria dos sobreviventes – muitos deles com graves sequelas físicas e psicológicas – e de pais e familiares dos mortos não recebeu nenhum tipo de indenização.



Há um processo na esfera cível em andamento, mas ainda deve demorar para ser concluído. E, quando isso ocorrer, a reparação financeira para quem teve a família lapidada ou desenvolveu severos problemas de saúde deve ficar muito aquém de suas necessidades. "Que ninguém espere resolver a vida com o valor da indenização. Ele não será o ideal, infelizmente", afirma a defensora pública de Santa Maria, Tamara Flores Agostini.

Tamara representa os familiares e sobreviventes da tragédia em uma ação indenizatória movida em 2013 contra o Estado do Rio Grande do Sul, o município de Santa Maria e os proprietários da boate. Ela explica que, apesar da aparente morosidade da Justiça, o processo – imenso, devido ao enorme número de vítimas – está andando a uma velocidade superior ao usual, embora esteja momentaneamente interrompido.

A ação que pede indenização por dano moral, material e estético, e engloba sobreviventes e familiares dos mortos, está aguardando a realização de uma perícia contábil dentro de outra ação. Trata-se de uma cautelar para a indisponibilidade dos bens dos sócios. Esta foi aberta três dias após o incêndio com o objetivo de impedir que os donos da boate se desfizessem de seus bens.

"Isso para garantir o pagamento das indenizações quando a Justiça determinar. Já foi penhorado cerca de R$ 1 milhão em dinheiro, além de carros e imóveis. Mas grande parte do valor em espécie já foi levantado por credores em ações trabalhistas datadas de antes e depois da Kiss", diz Tamara.

A perícia que tranca o andamento do processo foi requisitada pelos réus para determinar quem, de fato, era dono da boate – manobra que retarda qualquer movimento. Até sua realização, o processo fica em espera.

Pedidos individuais de indenização somam R$ 220 mil

Há alguns poucos pedidos de indenização já deferidos pela Justiça. Eles, entretanto, foram feitos de forma individual (cada autor custeando seu advogado). Em setembro do ano passado, a Justiça gaúcha concedeu seis indenizações a sobreviventes e familiares de vítimas da tragédia. As compensações beneficiaram oito pessoas e somaram cerca de R$ 220 mil.

Os processos foram julgados pela juíza Eloisa Helena Hernandez de Hernandez, da 1ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública, de Santa Maria, e tinham como réus comuns a Santo Entretenimentos (razão social da boate Kiss), o Estado do Rio Grande do Sul e o município de Santa Maria.

Seis sobreviventes que moveram as ações receberam indenizações individuais de R$ 20 mil da Santo Entretenimento. Já José Diamantino Fricks e Rosane Portella Fricks, pais de Bruno Portella Fricks, uma das vítimas da tragédia, devem receber R$ 50 mil cada.

A quantidade de ações isoladas pedindo reparação é incerta. A reportagem do UOL solicitou ao TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) informações os pedidos de reparação. "Não temos como precisar esse tipo de informação. São muitos pedidos de indenização, com diferentes réus e tramitação própria, e seria temerário dizer um número sequer aproximado", respondeu o órgão.

"O que a gente menos ouve falar é em indenizações. E muitas famílias não entraram com essas ações individuais. Na época a defensoria entrou com um pedido coletivo. Depois concluíram que cada um deveria solicitar com seu próprio advogado, porque cada caso é um caso", comenta o presidente da AVTSM (Associação de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria), Sérgio Silva.

O que parece é que as mazelas da Justiça fazem com que familiares e sobreviventes se percam dentro dos ritos. O "juridiquês" mais confunde que ajuda. "Essa ação não vai terminar em 2016. Creio que, em primeiro grau, deva encerrar em 2017. Mas ainda há os recursos", estima Tamara.

Até lá, jovens sobreviventes que estão impedidos de trabalhar, famílias inteiras que perderam seus mantenedores e familiares que tiveram de uma forma tremendamente dolorosa seus entes queridos arrancados de suas vidas vivem na incerteza de uma reparação.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Engenheiro Civil tenta fugir de roubo e é morto a tiros em Campinas

Fonte: Todo Dia

O engenheiro civil e pastor Ricardo Daniel Lopes, 41, foi morto com um tiro durante tentativa de assalto no distrito de Barão Geraldo, em Campinas, na noite de anteontem. Segundo a Polícia Civil, ele estava no carro com a esposa e os dois filhos quando foi abordado por dois homens. 
 
Lopes acelerou o veículo e um dos criminosos disparou contra o maxilar dele. A vítima ainda conseguiu chegar em frente a uma igreja, onde os filhos pediram ajuda. Um dos fiéis levou o engenheiro para o hospital, mas ele não resistiu. Os criminosos fugiram sem levar nada.
 
Lopes, que também era pastor da Igreja Batista, foi transferido pela empresa que trabalha de Goiânia para Campinas há um mês. Era a primeira vez que ele e a família iam à igreja desde quando chegaram. O supervisor de produção Robson Correia Zwing, 32, estava dentro da igreja quando os dois filhos da vítima, um adolescente de 17 anos e a irmã, de 15, entraram gritando e pedindo ajuda. "Pediam socorro para salvar a vida do pai deles", relatou. 
 
"Achei que fosse acidente, mas quando cheguei no carro vi que ele tinha tomado um tiro na altura do pescoço. Era muito sangue e ele já estava inconsciente", disse. 
 
O supervisor ainda tentou estancar o sangramento com a própria camisa e entrou no carro da vítima, modelo Honda Civic, para levá-lo ao Hospital de Clínicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). No local, uma médica informou que ele já tinha chegado sem vida. 
 
"Eles (família) estavam em choque, não conseguiam falar muito. Só gritavam e pediam ajuda", lembra Zwing, que toca bateria e fazia o último ensaio antes do início do culto. Segundo ele, a mulher da vítima e o filho foram junto ao hospital, enquanto a filha ficou na igreja.
 
O TIRO
 
Segundo Zwing, os familiares contaram que tinham chegado cedo para o culto, por isso esperavam no carro, no lado de fora e a poucos metros da igreja. Por volta das 18h30, dois homens se aproximaram e colocaram a arma no capô do veículo. Lopes tentou fugir, mas foi atingido por um disparo. Ainda assim, conseguiu dirigir até a entrada do local. 
 
"Foi muito desespero, coloquei ele no banco de trás e dirigi até o hospital", lembrou. O caso foi registrado no plantão do 4º DP (Distrito Policial) de Campinas. Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública do Estado), o corpo passou por exames no IML (Instituto Médico Legal) e o caso está sendo investigado, mas ninguém foi preso.

PM mata estudante de 17 anos com tiro nas costas na Grande São Paulo

Oficial alega que disparou pois escorregou no piso molhado e acidentado” de uma viela.

Fonte: R7 - Noticias
 
Imagens da câmera de segurança instalada em uma casa do Jardim São João, periferia de Ferraz de Vasconcelos (Grande São Paulo), gravaram o momento exato da morte do estudante Allan Vasileski, de 17 anos, atingido com um tiro de pistola .40 disparado por um policial militar. O caso aconteceu na última sexta-feira (22).






O responsável pelo tiro é o soldado M. Nascimento Dias, de 37 anos. Ao ser interrogado pela Polícia Civil, o militar afirmou que sua arma disparou e acertou as costas de Allan quando ele corria atrás do adolescente e “caiu bruscamente no chão, pois escorregou no piso molhado e acidentado” de uma viela.

IMAGENS DO MOMENTO EM QUE O RAPAZ APARECE BALEADO NAS CÂMERAS DE SEGURANÇA


 

As imagens mostram o momento em que Allan e um amigo, também adolescente, surgem correndo pela rua Raul Guerra. Ao se aproximar de um carro Fiat Palio Weekend, Allan tenta dizer algo para um homem que carrega uma criança, mas ele desaba no chão e bate a parte de trás da cabeça.

Na sequência, o soldado Nascimento, do 32º Batalhão da PM, surge nas imagens. Ele está com sua arma em punho. Ao ver Allan desabar, o homem com a criança se afasta e busca abrigo na frente do Palio. É quando o PM Nascimento chega até Allan, o vira, puxa sua blusa e percebe o ferimento do tiro nas costas do jovem.

O relógio da câmera marca 19h31 quando os primeiros moradores da rua Raul Guerra, logo após o barulho do tiro da .40 do PM Nascimento, começam a cercar o militar e imploram para que ele não deixe Allan morrer.

O PM Nascimento, segundo moradores do Jardim São João ouvidos pela reportagem, tentou, em um primeiro momento, dizer algo para incriminar Allan pela sua morte, mas foi logo repreendido pelos vizinhos do jovem, que viram quando ele apenas fugiu da abordagem do militar.  

Uma mulher que tentou ajudar Allan foi afastada pelo PM Nascimento ao mesmo tempo em que um menino, com uma camisa de time de futebol vermelha e também amigo do estudante, entra em desespero e coloca as mãos na cabeça ao vê-lo agonizando. Nesse momento, as imagens da câmera já não captam mais nenhum movimento de Allan.

Somente às 19h33, o também policial militar Edwilson Moreira Andrade de Sousa, 35 anos, companheiro de patrulhamento do soldado Nascimento, aparece nas imagens. É possível ver quando Nascimento se aproxima de Andrade e fala algo em seu ouvido.

Trinta segundos após chegar ao local onde Allan está caído, o PM Andrade volta para a mesma viela onde estava antes e deixa Nascimento sozinho. É quando uma vizinha do jovem se ajoelha perto de seu corpo e um morador começa a fazer imagens do militar com um telefone celular. O PM diz que Allan foi o culpado pelo tiro, mas logo os moradores o contestam.

De acordo com a mãe de Allan, Ivani Regina Vasileski, o jovem que acompanhava seu filho no momento da perseguição, e que também aparece nas imagens da câmera de segurança, contou que o PM fazia mira na direção dos dois jovens enquanto os perseguia.

“Não tenho dúvida. Ele veio para matar meu filho”, disse Ivani.

Veja o sofrimento da família ao descobrir o corpo do jovem morto.
 
 
 
 
PM liberado
  Depois de ouvir as versões do PM Nascimento, de seu companheiro de patrulhamento e de mais dois PMs — também do 32º Batalhão e que nem estavam no Jardim São João quando Allan foi baleado —, o delegado Lourival Zacarias Noronha, da Polícia Civil, resolveu libertar o militar, enquadrado por homicídio culposo (sem intenção de matar).

Os PMs Nascimento e Andrade disseram ter ido ao Jardim São João, no início da noite de 22 de janeiro, após receberem denúncia de que um foragido da Justiça estava no bairro. Ao avistarem o grupo de jovens que conversava com Allan, os PMs tentaram abordá-los, mas o grupo se dispersou.

O PM Andrade disse também que dois homens, cada um em uma motocicleta, foram alcançados por ele no momento da abordagem ao grupo de jovens, mas que não anotou nenhuma informação sobre ambos porque ouviu o barulho de tiro vindo da direção para a qual o militar Nascimento tinha corrido e resolveu ajudá-lo.

O rapaz que acompanhava Allan no momento em que o jovem correu do PM Nascimento não foi encontrado para ser interrogado pela Polícia Civil.

Sem explicar o motivo de sua conclusão, já que o PM Nascimento não afirmou em nenhum momento que Allan tentou roubá-lo, o delegado Lourival Noronha fez a seguinte afirmação no registro da morte do estudante: “Vale ressaltar também a apresentação espontânea [do PM Nascimento]. A parte comunicou de pronto a polícia acerca dos fatos, viabilizando o socorro ao agressor lesionado, comparecendo e prestando as informações devidas nesta unidade policial, bem como exibindo sua arma de fogo, utilizada no revide contra o roubador”.

A Secretaria da Segurança Pública informou, por meio de nota oficial, que o PM Nascimento está “recolhido disciplinarmente no 32º Batalhão”. Isso significa que ele ficará cinco dias no batalhão onde trabalha, sem poder ir para casa.

Ainda segundo a Segurança Pública, a Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar a morte de Allan e a Corregedoria da PM (órgão fiscalizador) acompanha o caso.
*colaborou André Caramante
 
 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Tempestade de neve no Japão deixa pelo menos seis mortos e mais de 100 feridos

Última vítima foi uma mulher de 88 anos que ficou presa após um deslizamento de terra

Fonte: R7

Pelo menos seis pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas devido à tempestade de neve que atinge o Oeste, Centro e Norte do Japão e que obrigou o cancelamento de dezenas de voos.

As autoridades da localidade de Nichinan, na prefeitura de Totori (Oeste), c  onfirmaram nesta segunda-feira (25) a morte da última vítima, uma mulher de 88 anos que ficou presa após um deslizamento de terra provocado pela neve. Mais duas pessoas ficaram feridas, informou a emissora pública NHK. Nessa localidade, a neve atingiu 30 centímetros de altura.

Em outra localidade, na província de Fukushima, a neve registrou 152 centímetros de espessura, enquanto na província de Hiroshima (Oeste) chegou aos 137 centímetros e em Niigata (Centro) aos 95 centímetros.

As nevascas atingiram também as regiões do Sul do arquipélago japonês, como a Ilha de Amami, onde nevou pela primeira vez em 115 anos. Também na Ilha de Kume não nevava há 39 anos.

Para hoje foram cancelados 109 voos nacionais e são previstos problemas nas estradas.

Um total de 110 pessoas teve de passar a noite desse domingo numa estação de Okayama, no Oeste do país, já que uma parada de duas horas as impediu de utilizar o transporte necessário para voltar às suas casas.