terça-feira, 26 de agosto de 2014

Com aumento de estupros na Bahia, polícia investiga 6 casos em 5 dias

Fonte: UOL Notícias

A cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, tem visto crescer o número de casos de estupro. O ritmo se acelerou há pelo menos três anos, quando a quantidade desses crimes quase dobrou.

De janeiro até junho deste ano, segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública) da Bahia, foram registrados na cidade 64 estupros, contra 57 ocorrências no mesmo período do ano passado - um aumento de 12%. Na última semana, houve seis registros em apenas cinco dias.

As mais recentes vítimas são um menino de sete anos, duas adolescentes de 16 e 17 anos e três mulheres com idades entre 21 e 25 anos. Segundo o delegado Marcus Vinícius de Morais, em todos os casos foi relatado que o autor dos crimes é um homem armado com revólver e faca.

Os casos ocorreram em bairros diferentes da cidade: Vila América, na zona sul; São Vicente, na região central; Senhorinha Cairo, na zona oeste; e Lagoa das Flores, bairro mais afastado e que até alguns anos atrás era tido como zona rural.

No Lagoa das Flores, na noite do último sábado (23), duas adolescentes foram abordadas por um homem armado e encapuzado quando saíam de uma festa. As jovens relataram à polícia que o homem as levou a um local deserto e chegou a dizer a uma delas que tinha levado um "fora" dela numa festa.

Segundo as vítimas, elas ficaram por duas horas em poder do criminoso, que as obrigou a tirarem a roupa, a se beijarem e a trocarem carícias. Depois, ele as estuprou. As vítimas afirmaram à polícia que o homem trajava calça e jaqueta tactel escura e tênis preto e verde-maçã.

A abordagem foi semelhante ao caso ocorrido na quarta-feira (20) com uma mulher de 25 anos na região central da cidade. Armado com revólver e uma faca, o criminoso a fez caminhar por cerca de uma hora até uma praça deserta ao lado de um ginásio de esportes.

O caso mais chocante, contudo, foi o do menino de sete anos, que foi violentado por um homem quando voltava da escola, no bairro Senhorinha Cairo, na sexta-feira (22). Ele teve de ser hospitalizado devido à gravidade do caso. As outras vítimas foram duas mulheres de 21 e 22 anos, que andavam sozinhas quando foram atacadas no bairro Vila América, no dia 19.

"Já estamos com indicação de autoria, os casos são parecidos e esperamos dar logo uma resposta à sociedade. Estamos tendo casos de estupro ao longo dos anos, mas essa última semana foi atípica", disse a delegado Marcus Vinícius, coordenador da 10ª Coordenadoria de Polícia do Interior.

Aumento dos estupros

Ainda conforme os dados da SSP, em 2011, houve 1.351 estupros na Bahia, sendo 70 em Vitória da Conquista. Em 2012, ocorreram 2.638 estupros no Estado e 92 na cidade. E, no ano passado, houve o registro de 3.040 casos, sendo 124 deles em Vitória da Conquista.

"A maioria dos casos que temos visto são de estupro de vulnerável [crianças e adolescentes] que são vítimas de pessoas da família ou próximas, o que facilita a identificação do agressor. O que nos preocupa mais são casos como estes da última semana, que ocorrem na rua e não há muitas pistas", disse a delegada Decimaria Cardoso, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Guilherme Karam tem dificuldade para falar e comer, diz pai do ator

Alfredo Karam conta que o filho - portador de síndrome degenerativa - está internado há seis meses e se alimenta pelo estômago: 'A doença progride'.

Fonte: EGO

 
Guilherme Karam está internado há seis meses em um hospital do Rio de Janeiro para tratar da síndrome de Machado-Joseph, doença genética degenerativa do sistema nervoso. Alfredo Karam, pai do ator, contou com exclusividade ao EGO nesta segunda-feira, 25, que o filho, de 56 anos, não consegue mais engolir os alimentos e se recusa a receber visitas. "A  doença progride: a fala é difícil de compreender, ele não tem equilíbrio, está com as juntas endurecidas e não tem mais capacidade de comer pela boca, pois não consegue deglutir os alimentos e corre o risco de engasgar e morrer. Os médicos fizeram uma gastrostomia, cirurgia que permite que a alimentação seja levada direto ao estômago", explicou Alfredo.

O Ministro da Marinha no governo João Figueiredo conta que, antes da internação, cuidou do filho em casa durante cinco anos. Ele relata que os quatro filhos herdaram a doença da mãe. "Dos que estão vivos, ele e a irmã estão enfermos. Na última novela que ele fez ('América', em 2005), já não estava bem, trabalhava se segurando nos móveis. As pesquisas médicas continuam, mas ainda não descobriram o antídoto para neutralizar os sintomas. A prioridade em achar a cura dessa doença não é tão grande quanto para o Alzheimer ou o Mal de Parkinson, que são mais divulgadas", lamenta.

Segundo Alfredo, os amigos de Guilherme tentam se manter informados sobre seu estado de saúde. "As pessoas que já trabalharam com ele me ligam para saber notícias. A Glória Perez é muito amiga dele e vinha visitá-lo quando ele estava em casa. Mas o Guilherme pediu para não receber mais visitas, porque ele não quer que as pessoas o vejam nesse estado".

Alfredo conta ainda que visita o filho "dia sim, dia não" e que o ator assiste televisão no quarto do hospital, revendo também alguns programas dos quais participou, como o "TV Pirata", lançado em DVD e reprisado recentemente no canal Viva. "Ele assiste sempre aos programas que fez e fica com os olhos cheios de água. Ele era alto, robusto, cheio de vida, agora ficou assim", estristece-se Alfredo, sem perder as esperanças e sequer pensar em deixar de estar ao lado do filho nesses momentos difíceis. "Tenho uma saúde muito boa e Deus me deu forças para enfrentar essa situação".

Dois são flagrados com drogas em Hortolândia

Fonte: Todo Dia

Um adolescente de 14 anos e uma mulher de 23 foram flagrados com drogas na Rua Gramados do Norte, no Jardim Santa Fé, em Hortolândia, na noite de anteontem. 
 
Segundo o BO (Boletim de Ocorrência), a PM (Polícia Militar) recebeu a informação de que um indivíduo estaria vendendo drogas em um campinho de futebol no Jardim Santa Fé. 
 
Chegando ao local, os policiais apreenderam o adolescente, que estava junto de D.A.N., 23. Ela havia acabado de comprar uma pipeta com cocaína e duas porções de maconha. 
 
Ao lado do adolescente, foi encontrada uma sacola com 18 pipetas de cocaína, quatro papelotes de maconha, 14 pedras de crack e R$ 85 em dinheiro. 
 
A ocorrência foi registrada como drogas para consumo pessoal no Plantão Policial de Hortolândia e a jovem foi liberada. O adolescente foi entregue para a mãe, mediante assinatura de um termo de entrega. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Torcedor que mostrou banana a brasileiro é banido para sempre no Japão

Fonte: UOL Esporte

O Yokohama F-Marines anunciou neste domingo que baniu para sempre o seu torcedor que mostrou uma banana na frente do jogador brasileiro Renatinho, que defende o Kawasaki Frontale. As duas equipes se enfrentaram no sábado, e o time do brasileiro acabou perdendo a partida em que o ato aconteceu.

O torcedor, identificado pelo clube como um adolescente, fica assim proibido de entrar novamente no estádio do Yokohama pelo resto de sua vida. Em entrevista, o presidente do clube Akira Kaetsu afirmou que o gesto "é imperdoável". "Não vamos tolerar atos de discriminação", afirmou.

De acordo com a imprensa japonesa, o torcedor disse às autoridades do clube que seu gesto foi simplesmente "um ato de provocação" que "não tinha a intenção de atingir ninguém em particular".

Em entrevista ao UOL Esporte antes de saber da punição, Renatinho afirmou que esperava que algo fosse feito. "Foi complicado. Foi um pouco difícil. Eu fico triste, minha família ficou triste. Agora tem que levantar a cabeça e esperar que a punição vai ser dada", disse ele.

É a segunda vez que um episódio assim acontece no campeonato japonês. Em março, o Urawa Reds precisou jogar de portões fechados porque seus torcedores levaram a uma partida uma faixa que pedia "apenas japoneses" no elenco da equipe.

Pedreiro é acusado de abusar de enteada em Hortolândia

Fonte: Todo Dia

O ajudante M.A.B., 32, foi preso anteontem, em Hortolândia, acusado de agredir e ameaçar a mulher e de tentar abusar sexualmente da enteada, uma adolescente de 12 anos. Durante a prisão, ocorrida na manhã de anteontem, ele estava sozinho com a menina seminua dentro de casa e portava um revólver calibre 38 e duas facas. Segundo relatos da filha à mãe, outros abusos ocorreram quando ela tinha 9 anos. 
 
A PM (Polícia Militar) foi acionada via rádio e foi à casa da família, no Jardim Campos Verdes, para atender à ocorrência de ameaça, por volta das 8h30. No local, a atendente P.D.S.F., 30, relatou aos policiais que B. ameaçava a filha no interior do imóvel. A polícia entrou no imóvel e deteve o acusado. A adolescente estava seminua. 
 
"Eu ia sair e ele não deixou eu levar a menina, então eu chamei a polícia", relatou P., que havia sido agredida com socos e empurrões momentos antes. "Ele sempre me ameaçou, mas ficava só na ameaça. Já ontem, ele me agrediu", contou a atendente, que convive com B. há quatro anos. 
 
B. foi revistado e com ele os policiais militares encontraram um revólver calibre 38 carregado com quatro munições. Duas facas usadas para ameaçar mãe e filha também foram encontradas no imóvel. O acusado negou as agressões e ameaças, e disse que a arma foi comprada pela mulher para incriminá-lo. O revólver e as facas foram apreendidos e B. foi encaminhado ao plantão policial. 
 
O acusado foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma, violência doméstica, lesão corporal e ameaça. O delegado plantonista, Fernando Bueno de Castro, também autuou B. por estupro de vulnerável tentado. 
 
9 ANOS 
 
De acordo com informações do BO (Boletim de Ocorrência), a adolescente de 12 anos relatou à polícia que B. a atacou após o banho. A menor só comentou o abuso na presença de uma policial militar mulher. No entanto, ao ver o acusado sendo preso, a vítima se abriu com a mãe e relatou que os abusos ocorrem desde que ela tinha 9 anos. "Eu acho que ela viu ele sendo preso e ficou mais tranquila para falar comigo", relatou a mãe. 
 
Mãe e filha foram encaminhadas para fazer exames no Hospital Mario Covas. O Conselho Tutelar de Hortolândia foi informado do caso. A família quer seguir em frente. "Não é fácil, mas temos de continuar. Me sinto aliviada e espero que ele não saia da prisão tão cedo", disse.

Felipão vê críticas covardes e defende Fred: "Querem bater, batam em mim"

Fonte: Globo Esporte

Nem a vitória convincente por 2 a 1 do Grêmio sobre o Corinthians acalmou Felipão. O fracasso da Seleção na Copa do Mundo ainda o treinador Principalmente quando vê algum dos seus convocados serem criticados, segundo ele, de maneira "covarde". E o técnico vociferou contra a imprensa no início da noite deste domingo, após o triunfo do Tricolor na Arena, com dois gols de Barcos.

Em uma das últimas perguntas da conferência, Felipão foi questionado sobre a declaração de Daniel Alves, que criticou a preparação do Brasil para a Copa. O treinador, que até então mantinha a ponderação, mudou o tom. 

Como de hábito, Felipão mostrou o estilo paizão. Reiterou que se tivesse uma oportunidade para fazer uma nova lista, não mudaria nome algum e agradeceu ao empenho do grupo ao longo da competição. Porém, não escondeu o descontentamento com as análises feitas sobre Fred. Setores  da imprensa e da torcida apontaram o camisa 9 como um dos culpados pela campanha, que terminou com a goleada de 7 a 1 pela Alemanha nas semifinais e de 3 a 0 para a Holanda na disputa do terceiro lugar. Para o ex-comandante da Seleção, a culpa do desempenho ruim é exclusivamente dele:


- Farei a última declaração na frente de vocês. Se tivesse que escolher de novo todos os  jogadores para a Seleção, escolheria os mesmos. Foi assim que queria meus jogadores e quero agradecê-los de coração. Eles foram maravilhosos. Vocês foram covardes. Vocês jornalistas. Vocês estão atingindo ao Fred e a mim. Eu sou o responsável. Escolhi, coloquei em campo e fui o responsável pelo 1 a 0, 5 a 0, 10 a 0. Querem bater, batam em mim. Devo a eles tudo o que fizeram. Fomos campeões do mundo, eu estava no grupo. Fomos quarto lugar, melhor campanha desde 2002. Ninguém está falando nisso. Se eu tivesse que escolher e perder, escolheria os mesmos. No meu coração, foram os mais leais comigo - disse.

Na sequência, a entrevista se pautou no jogo do Grêmio e Felipão voltou a ficar mais calmo.

Porteiro é acusado de matar cachorro em Americana

Fonte: Todo Dia

Um porteiro de 62 anos é acusado de ter matado o cachorro de seu vizinho com um pedaço de madeira na noite de sábado. A ação aconteceu no Jardim Brasília e foi presenciada por familiares e vizinhos do agressor. 
 
"Três cachorros estavam brincando na rua e quando um deles passou na calçada, onde ele e sua família estavam, ele simplesmente pegou um pedaço de pau e bateu no cachorro até ele morrer", contou Juliana Gazetta, 30, vizinha do acusado. "Foi tudo muito rápido, ninguém conseguiu fazer nada. Tinha criança na rua vendo tudo", indignou-se. 
 
Segundo Juliana, que assistiu o ocorrido de sua casa, os familiares do porteiro José Tomazeli o repreenderam perante a atitude. "O filho dele virou e disse: pai, o que você fez? Aí ele fez um gesto pro filho dele ficar quieto", afirmou. 
 
Após o ocorrido, a família entrou em casa e o animal ficou na calçada. Ao verificarem que o cão estava sem vida, os vizinhos tiraram foto do corpo e chamaram a polícia. Mas, de acordo com moradores, ao perceber a ação o porteiro recolheu o animal da rua. 
 
O dono do cão ficou sabendo do ocorrido na manhã de ontem ao sair para a rua para procurar o animal de estimação que havia fugido, segundo contaram os vizinhos. 
 
Os moradores afirmaram, ainda, que o porteiro maltrata animais com frequência, sendo, inclusive, suspeito de envenenar dois gatos da vizinhança. 
 
À Polícia Civil, o agressor contou que o animal teria tentado avançar nele e por isso ele atirou uma pedra no cão "sem a intenção de machucar". 
 
Depois disso, Tomazeli disse que entrou em casa, deixou o cachorro na rua e não mexeu no corpo. Os policiais militares realizaram uma busca na residência do acusado, mas não encontraram o animal. 
 
Procurada, a Polícia Ambiental afirmou que ainda não foi comunicada do fato pela Polícia Civil. A expectativa do órgão é que isso ocorra entre hoje e amanhã para que, somente então, o porteiro seja autuado e se adotem as medidas cabíveis. 
 
O TODODIA entrou em contato com o porteiro, mas ele negou os fatos. "Isso é conversa dos vizinhos. Não aconteceu nada disso", disse.

Após golaço, Rogério diz que Ganso é “genial” e que time pode ser campeão

Fonte: Globo Esporte

Autor do golaço que abriu a vitória do São Paulo sobre o Santos por 2 a 1 no Morumbi, neste domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o meia Paulo Henrique Ganso deixou o campo sob elogios do capitão tricolor Rogério Ceni. O goleiro não poupou elogios ao colega, a quem chamou de “genial”.

- Se ele conseguir ser competitivo durante os 90 minutos, é jogador que deveria estar em Real Madrid, Barcelona. A competitividade a gente tem que mover nele, para manter o que fez nos últimos jogos – disse o arqueiro.

Ganso já tinha sido decisivo na partida do meio de semana, contra o Internacional, em Porto Alegre. Foi dele o gol que garantiu o triunfo no Beira-Rio. No Morumbi, contra sua ex-equipe, o jogador admitiu gosto especial por balançar as redes santistas.   

- Mas o importante foi a vitória. Queremos buscar o título. Vamos torcer para o Cruzeiro tropeçar para a gente diminuir a diferença - declarou o camisa 10.

Com a vitória no clássico, o São Paulo subiu para a vice-liderança do torneio, com 32 pontos, deixando o Internacional e o Corinthians para trás.   

- Temos elenco para chegar ao título. Mas temos de mostrar dentro de campo, quando a bola rola. Todos querem ser campeões, mas o que podemos dar para isso? Houve entrega. Estamos correndo mais, estamos competindo mais – concluiu Rogério.

Bandido leva R$ 70 mil de funcionários do Hopi Hari

Fonte: Todo Dia

Três funcionários do estacionamento do Parque Hopi Hari, em Vinhedo, foram rendidos na tarde de sábado por um homem e tiveram cerca de R$ 70 mil levados. A ação aconteceu no estacionamento do parque. Logo após o assalto, o bandido fugiu. Um veículo roubado, usado na ação, foi encontrado abandonado na zona rural da cidade. Não houve feridos. 
 
O Hopi Hari e a Estapar, empresa que administra o estacionamento do parque, informaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que nenhum visitante foi envolvido na ação. O montante roubado não foi confirmado pelo parque. A Estapar não confirmou também se o local possui câmeras de segurança, que poderiam auxiliar nas investigações. 
 
"O parque, juntamente com a empresa que administra o estacionamento, prestou todos os esclarecimentos às autoridades e segue à disposição para dar total apoio às investigações, a fim de esclarecer os fatos", informou o parque e a Estapar em nota conjunta. 
 
Ainda em nota, o parque reafirmou seu compromisso com a segurança de todos seus colaboradores, prestadores de serviço e visitantes. 
 
A reportagem tentou contato no final da tarde de ontem com a polícia de Vinhedo para mais informações sobre as investigações, mas foi informada que os responsáveis não estavam. As investigações e busca pelo infrator continuam sendo realizadas pela Polícia Civil da cidade.

Bebê leva soco durante briga de casal em Santa Bárbara D'Oeste

Pai, Bêbado, acertou um soco na cabeça do Bebê. Este é o segundo caso recente de agressão contra incapaz, em Vinhedo, homem matou o filho a golpes de artes marciais. Neste caso, mãe e pai estão presos.

Fonte: Todo Dia 

Um bebê de 1 mês levou um soco na cabeça durante a briga de um casal, em Santa Bárbara d'Oeste. A agressão ocorreu na noite de anteontem, quando o servente A.L.C.C., 54, tentou agredir a autônoma L.S.A., 26. O bebê teve sangramento no ouvido e foi atendido no Pronto-socorro Afonso Ramos, onde ficou em observação. 
 
Segundo informações do boletim de ocorrência, a agressão ocorreu na casa do casal, no Jardim Europa. A PM (Polícia Militar) foi acionada, e compareceu no Pronto-socorro, onde a autônoma relatou ter discutido com o marido e ele, bêbado, tentou o soco. O golpe acertou a cabeça do bebê, que foi socorrido. O acusado fugiu. 
 
O hospital não informou o estado de saúde da criança e orientou a reportagem a procurar a Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Santa Bárbara. As ligações feitas na tarde de ontem não foram atendidas. O caso foi registrado como lesão corporal e seguirá para investigação na DDM (Delegacia da Mulher). 
 
OUTRO CASO 
 
Ainda em Santa Bárbara, durante outra briga de casal, na noite de anteontem, uma criança de sete anos foi ferida no joelho esquerdo por estilhaços de vidro. 
 
O servente A.S.D.S., 28, jogou um martelo contra a repositora J.R.D.S.S., 28, e o objeto atingiu um vidro, que estilhaçou e acabou atingindo a criança. O estado de saúde da criança e o contato dos envolvidos não foram divulgados.

Professores continuam acorrentados na sede da Prefeitura de São Luís

Ocupação do palácio entrou no 12º dia nesta segunda-feira (25). Prefeitura disse que estuda proposta; sindicato afirma que não houve contato.

Fonte: TV Mirante

 
Professores municipais continuam acorrentados na sede da Prefeitura de São Luís nesta segunda-feira (25). Nesse domingo (24), o sindicato voltou a afirmar que só vai desocupar a sede do executivo municipal quando tiver as reivindicações atendidas. A informação foi publicada pelo jornal "O Estado do Maranhão". 

Fonte: Professores acorrentados na sede da Prefeitura de São Luís no domingo (24) (Foto: De Jesus / O Estado)

Aproximadamente 130 mil estudantes e 5.712 professores de 280 escolas formam a rede municipal de ensino da capital maranhense, segundo dados do sindicato. A categoria afirma que a greve completou 93 dias, já que foi iniciada no dia 22 de maio, e que a adesão é de 80%. Já a prefeitura diz que é preciso descontar os 25 dias referentes às férias escolares do período de greve e que a adesão é de 70%.

Segundo o jornal, o sindicato informou que não houve contato da prefeitura desde a última rodada de negociações, realizada no dia 20 de junho. Na ocasião, mediada pelo Ministério Público do Maranhão (MP-MA) com a presença de representantes do Municipio e dos trabalhadores, o sindicato apresentou nova proposta após revisar a pauta de reivindicações. Na sexta-feira (22), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que as propostas estavam em "fase de estudo".

A categoria propôs redução do percentual de reajuste de 20% para 11,32% e aceita que as progressões horizontais; as progressões verticais e aposentadorias; e as titulações e gratificações de difícil acesso sejam pagas nos meses de setembro, outubro e novembro, respectivamente. Os professores também sugerem que o retroativo dos direitos estatutários esteja previsto somente na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015.

Ocupação
 
Desde o dia 13 de junho, um grupo de professores ocupa a recepção e os corredores de acesso aos gabinetes do Palácio de La Ravardière, sede do executivo municipal, no Centro Histórico de São Luís. Outro grupo está do lado de fora do prédio, em um acampamento montado em frente ao palácio. O expediente foi interrompido desde o início da ocupação. Os manifestantes afirmam que só deixarão a sede da prefeitura depois que as reinvindicações dos trabalhadores forem atendidas.

Os professores decidiram ocupar a sede depois que a 1ª Vara da Infância e Juventude de São Luís atendeu ao pedido de tutela antecipada do MP-MA e concedeu liminar determinando o reinício imediato das aulas na rede municipal de ensino.

Um dia depois, alguns professores decidiram se acorrentar nas dependências do palácio após a Justiça conceder liminar em favor da Prefeitura de São Luís, que ajuizou ação pedindo reintegração de posse. Um greve de fome foi realizada por 48 horas, entre 18 e 20 de junho.

Aos dois meses de paralisação, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) decretou a ilegalidade do movimento e determinou reinício imeadiato das atividades. A decisão, no entanto, não foi atendida pela categoria. A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmen Lúcia negou recurso do SindEducação e manteve a decisão anterior do desembargador Antônio Guerreiro Júnior.

Jovem é flagrado pichando muro no Jardim Paulista em Americana

Fonte: Todo Dia

Três jovens foram levados ao Plantão Policial após uma denúncia anônima de que estavam pichando um muro no bairro Jardim Paulista, em Americana. O caso foi registrado como pichação e o trio foi liberado. 
 
A PM (Polícia Militar) informou que por volta de meio-dia de ontem recebeu denúncia de um morador de um prédio de que três jovens estariam pichando um muro. O caso ocorreu no cruzamento da Rua Tereza Linarello Meneghel com a Rua Carlo Galimberti, no Jardim Paulista, em Americana. A PM foi até o local e os rapazes foram levados ao plantão policial. Pincéis, régua, giz, tintas em pasta e 72 latas de tinta de cores diversas foram apreendidos. 
 
O grafiteiro Leonardo Smania Donanzan, 19, negou que estava pichando, relatando que estava fazendo um trabalho artístico. "Faço geralmente de domingo ou quando alguém me contrata. É a primeira vez que dá um problema desse tipo. Não entendi o ponto de vista de quem denunciou", contou. 
 
O desenho, no muro de um terreno abandonado, seria do olhar de uma menina. "Queria dar vida para um lugar abandonado. Sou contra pichação ilegal, mas lá não era isso. Acho que as pessoas não estão acostumadas com isso", explicou. 
 
Os outros dois rapazes não estavam grafitando, apenas acompanhando Donanzan. A Polícia Militar Ambiental foi acionada e informou que vai identificar os autores e analisar o caso para ver qual medida administrativa será aplicada, provavelmente uma multa. O crime se enquadra no artigo 65 da Lei 9.605 de Crime Ambiental e a pena prevista é de três meses a um ano de prisão, e multa. 
 
No parágrafo segundo do artigo, consta que "não constitui crime a prática de grafite realizada com o objetivo de valorizar o patrimônio público ou privado mediante manifestação artística, desde que consentida pelo proprietário e, quando couber, pelo locatário ou arrendatário do bem privado". 
 
Já a PM, que atendeu a ocorrência, informou que o caso foi registrado como pichação. Os rapazes foram liberados no meio da tarde de ontem e serão intimados a prestar depoimento posteriormente.

Aos 86 anos, morre o empresário Antônio Ermírio de Moraes

Presidente de honra do Grupo Votorantim morreu em casa, em São Paulo. Sepultamento será realizado nesta segunda; ele deixa esposa e nove filhos.

Fonte: Globo São Paulo

Morreu na noite deste domingo (24) em São Paulo, aos 86 anos, o empresário e presidente de honra do Grupo Votorantim, Antônio Ermírio de Moraes. Segundo informações da assessoria de imprensa da empresa, ele morreu em sua casa, no Morumbi (Zona Sul), por insuficiência cardíaca.

Foto: O empresário Antônio Ermírio de Moraes, em
2005, durante evento em São Paulo
(Foto: Sebastião Moreira/Estadão Conteúdo)

O corpo do empresário será velado a partir das 9h desta segunda-feira (25) no Salão Nobre do Hospital Beneficência Portuguesa. A partir das 16h, o cortejo deve seguir ao Cemitério do Morumbi, onde ele vai ser sepultado. Antônio Ermírio deixa a esposa, Maria Regina Costa de Moraes, e nove filhos.

Em nota, o Grupo Votorantim afirmou que perdeu um "grande líder" que "defendia o papel social da iniciativa privada para a construção de um país melhor".

O empresário nasceu em São Paulo em 1928. Seu pai, o engenheiro pernambucano José Ermírio de Moraes, criou o Grupo Votorantim, comprando as ações de uma empresa de tecelagem.

Antônio Ermírio se formou em engenharia metalúrgica pela Colorado School of Mines (EUA). Iniciou sua carreira no Grupo Votorantim em 1949, ajudando a empresa a se destacar na produção de cimento, extração de alumínio, agronegócio e finanças. Em 1955, Moraes foi o responsável pela instalação da Companhia Brasileira de Alumínio.

O empresário também teve atuação de destaque na área social. Por 40 anos presidiu a diretoria-administrativa do Hospital Beneficência Portuguesa, que entre seus serviços presta atendimento a pessoas de baixa renda. Ocupava o cargo de presidente de honra do hospital.

No campo das artes, Antônio Ermírio escreveu três peças de teatro e diversos livros, ganhando uma cadeira na Academia Paulista de Letras.

Em 1986, candidatou-se ao cargo de governador de São Paulo pelo PTB e ficou em segundo lugar, atrás de Orestes Quércia (PMDB).

Em 2013, a vida do empresário foi retratada pelo sociólogo José Pastore em uma biografia: "Antônio Ermírio de Moraes: Memórias de um Diário Confidencial".

No ano passado, Antônio Ermírio de Moraes e família apareceram entre os 100 maiores bilionários do mundo, segundo ranking da Forbes, com fortuna avaliada em US$ 12,7 bilhões.

Veja a íntegra da nota do Grupo Votorantim:
 

É com grande pesar que o Grupo Votorantim comunica o falecimento do Dr.  Antônio Ermírio de Moraes, aos 86 anos, na noite deste domingo, 24 de agosto, em São Paulo.


Presidente de honra do Grupo Votorantim, Dr. Antônio era engenheiro metalúrgico formado pela Colorado School of Mines (EUA) e iniciou sua carreira no Grupo em 1949, sendo o responsável pela instalação da Companhia Brasileira de Alumínio, inaugurada em 1955.


Com o falecimento do Dr. Antônio Ermírio de Moraes, o Grupo Votorantim perde um grande líder, que serviu de exemplo e inspiração para seus valores, como ética, respeito e empreendedorismo, e que defendia o papel social da iniciativa privada para a construção de um país melhor e mais justo, com saúde e educação de qualidade para todos.


Dr. Antônio deixa a esposa, Dona Maria Regina Costa de Moraes, com quem teve nove filhos. O corpo será velado a partir das 9h desta segunda-feira no Salão Nobre do Hospital Beneficência Portuguesa e o cortejo sairá às 16h rumo ao Cemitério do Morumbi, onde o corpo será enterrado.


 

Prefeitura cria novas normas para serviço de táxi no município de Hortolândia

Permissão para táxi acessível e executivo está entre principais mudanças.

Fonte: Prefeitura de Hortolândia

A Prefeitura de Hortolândia publicou, no último sábado (16/08), decreto que regulamenta a Lei Municipal 2.960, de abril deste ano, e cria normas para padronização do serviço de táxi no município. As principais alterações são a criação das modalidades de táxi acessível e táxi executivo, a definição de pontos de parada de táxi livre e táxi executivo, além da unificação da identidade visual dos carros. Até o final deste ano, será lançado um novo edital para emissão de novas permissões do serviço de táxi na cidade, a fim de ampliar a oferta do serviço à população.

Os taxistas que já operam em Hortolândia têm um prazo de quatro anos para se adequarem às novas regras. Já os novos permissionários devem estar dentro da padronização para receber autorização para o trabalho. Atualmente, o município conta com 70 taxistas.

De acordo com o gerente do departamento de Mobilidade Urbana, Sidney Fraga Alves, a Secretaria de Planejamento Urbano realizará, nos próximos meses, uma ação educativa junto aos permissionários, com objetivo de divulgar as mudanças e esclarecer dúvidas. Nesta ocasião, cada permissionário receberá um manual com orientações sobre as novas regras.
Acessibilidade

Um dos principais destaques da legislação em vigor é a criação da modalidade de táxi acessível. Veículos preferencialmente com plataforma elevatória farão transporte de cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida, além de transportarem os demais passageiros. Para isso, o operador do táxi receberá treinamento específico, oferecido pela Mobilidade Urbana em parceria com o Departamento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, órgão da Secretaria de Chefia de Gabinete.

Este veículo terá preferência nos pontos de parada de táxi, independente da fila de permissionários, caso haja passageiros cadeirantes aguardando o transporte, assim como o passageiro com mobilidade reduzida terá preferência em ser atendido pelo permissionário com relação aos demais passageiros.

Outras regras

Na modalidade táxi comum, o taxista deverá ser encontrado em ponto fixo determinado por, pelo menos, seis horas diárias, por quatro dias da semana. Já na modalidade táxi executivo, a regra é que os veículos operem em pontos exclusivos ou, quando houver demarcação, em pontos da modalidade comum.

Com isso, a legislação prevê a classificação dos pontos de parada de táxi. Foram criados os pontos fixos, onde táxis na modalidade comum e acessível podem parar; pontos livres, nos quais não há restrição quanto à modalidade; e pontos executivos, para uso exclusivo dos permissionários desta modalidade. Vale lembrar que, no momento da autorização para explorar o serviço, cada taxista tem definido o ponto no qual irá estacionar.

Além destas regras, a legislação define os critérios de emissão de permissões, formas de transferência de permissão, normas para aplicação das tarifas e outras exigências para a prestação do serviço de táxi em Hortolândia. “Em breve, publicaremos um novo edital para que outros permissionários atuem na prestação do serviço. Teremos a oferta de veículos adaptados para deficientes e um serviço de táxi executivo, que são dois importantes diferenciais. Vamos oferecer à população mais opções de transporte”, destacou Alves.

Corretor morre em acidente de moto em Hortolândia

Fonte: Todo Dia

O corretor de imóveis Fábio da Costa, 33, morreu anteontem à noite depois de bater sua moto contra um carro dirigido pelo eletricista Aparecido José Rosa Estevam, 48, em Hortolândia. Quando os policiais militares chegaram ao local, Costa já estava sendo atendido por uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ele foi levado para o Pronto-Socorro do Hospital Mário Covas, mas não resistiu aos ferimentos. Estevam disse que fazia uma conversão e, ao finalizá-la, aconteceu o acidente. Segundo ele, Costa estava em alta velocidade e não conseguiu frear. Ele bateu de frente com seu veículo.

Mulher agredida por cotovelada em São Roque continua internada

Estado de saúde de Fernanda Regina Cézar Santiago é estável. Polícia Civil avalia possibilidade de reconvocar testemunhas para depor.

Fonte: TV TEM

 
Continua internada na enfermaria neurológica do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (SP) a auxiliar de produção Fernanda Regina Cézar Santiago, de 30 anos, que se recupera de um traumatismo craniano causado por uma cotovelada após sair de uma festa em São Roque (SP), no dia 16 de agosto. Fernanda permanece no hospital em estado estável e recebe cuidados médicos. O estado de saúde foi divulgado neste domingo (24) pela assessoria da Secretaria Estadual da Saúde. 

Foto: Vítima está internada em enfermaria neurológica de Sorocaba (Foto: Reprodução/TV TEM) 

As imagens da agressão foram registradas por uma câmera de segurança (veja o vídeo ao acima). Nelas é possível ver que Fernanda discute com o comerciante Anderson Tingo Oliveira, 34 anos, que está com um grupo de pessoas em frente a uma loja de motos, perto de uma casa noturna onde eles estavam momentos antes, na avenida Antônio Dias Bastos, Centro de São Roque. No vídeo, a mulher fala algo para o homem, que a atinge com uma cotovelada. Ela cai e pessoas que estavam no local chamam o resgate, que chega pouco tempo depois.

O comerciante, apontado como o responsável pela agressão, está preso e deve responder por tentativa de homicídio qualificado, já que a vítima não conseguiu se defender.

Segundo o pai de Fernanda, Geraldo Cézar, a filha começa a se recuperar e já reconheceu a família. “Ela está falando e querendo ir para casa. O trauma foi muito grande e ela não se lembra de nada. Ela não sabe o que aconteceu”, disse o pai em entrevista ao G1. A auxiliar de produção deixou a UTI do hospital na sexta-feira (22), para a alegria da família e amigos. “Você não tem ideia da quantidade de pessoas que estão nos ligando e rezando por ela. Isso ajuda muito na recuperação”, disse Geraldo.

Investigação
 
Nesta segunda-feira (25) a Polícia Civil deve decidir se irá convocar novamente as testemunhas do caso para depor. No dia 22 de agosto, seis testemunhas contaram o que viram sobre a agressão para polícia.

Foto: Anderson Tingo Oliveira, o agressor (Foto: Reprodução/TV Tem)

“Todos disseram não terem visto o golpe e sim ouvido um barulho, depois disso viram a vítima caída no chão. Mas, as imagens mostram claramente que houve testemunhas do golpe”, esclarece a delegada Priscila de Oliveira Rodrigues, responsável pela investigação. Neste caso, as pessoas ouvidas poderão responder criminalmente por falso testemunho.

 Anderson segue preso temporariamente na Unidade Prisional de Transição de São Roque. Após a conclusão do inquérito, a prisão preventiva será solicitada à Justiça e o caso relatado ao Ministério Público como tentativa de homicídio qualificado. Em depoimento, o comerciante afirmou que ‘quis afastar’ Fernanda e, por isso, reagiu com um ‘ato de impulso’.

Fábrica de estamparia é incendiada em Americana

Fonte: TVB Record

MP apura empréstimos concedidos por Abdelmassih no Paraguai

Promotora diz que ex-médico emprestou dinheiro para mais de 30 pessoas. Lorena Ledesma também quer quebra do sigilo de celulares apreendidos.

Fonte: Globo São Paulo

A promotora Lorena Ledesma, responsável por investigar possíveis crimes cometidos por Roger Abdelmassih no Paraguai, apura as transações financeiras feitas pelo ex-médico em Assunção. O que mais intriga o Ministério Público é a quantidade de empréstimos concedidos por ele e pela mulher, Larissa Sacco, para várias pessoas no país.

Os documentos que comprovam a movimentação foram apreendidos na sexta-feira (22). Segundo Lorena, há empréstimos de 3 a 10 milhões de guaranis, o equivalente a valores que variam entre R$ 1,6 mil e R$ 5,3 mil. “Identificamos mais de 30 nomes de pessoas que foram beneficiadas por esses valores. Foram muitos empréstimos e não sabemos as razões para eles terem sido feitos, quais os interesses dele em fazer esses empréstimos. Apreendemos muitos recibos”, diz a promotora.

Abdelmassih, de 70 anos, foi preso na terça-feira (20), em Assunção, após passar três anos foragido. Ele foi condenado pela Justiça a 278 anos de reclusão pelos crimes de estupro e atentado violento ao pudor. Ao todo, foram 48 ataques registrados.

A promotora do Paraguai afirma ter encontrado o controle financeiro do casal para o pagamento dos funcionários da casa. “Eles tinham quatro funcionários, sendo o chofer, a enfermeira e duas empregadas. Estes não estavam na mesma lista de beneficiados por empréstimos.”

Lorena pretende pedir a quebra do sigilo dos seis celulares apreendidos na residência. “Todos estavam descarregados e sem os chips. Queremos saber quais mensagens e ligações que eles recebiam e faziam com esses aparelhos. A ideia é tentar saber se eram usados para ajudar nas transações comerciais que ele mantinha. Vamos acessar o computador que estava na casa também.”

Receitas médicas também foram apreendidas no local, de acordo com Lorena. "Eles passaram por muitas consultas, tanto Roger como os filhos. Há muitas receitas de medicamentos e comprovantes de compra dos remédios."

A promotora diz que investiga ainda a existência de duas contas bancárias no país em nome de Ricardo Galeano (nome falso usado pelo ex-médico no país). "A movimentação financeira e comercial era grande, mas em valores de 10 a 15 milhões de guaranis, que não são valores altos. Vamos apurar como eles se mantinham no país."

Casa luxuosa
 
A casa onde morou o ex-médico, a mulher  e os dois filhos no Paraguai está avaliada em US$ 1 milhão. O dono da imobiliária Saturno, responsável pelo contrato de locação, Miguel Portillo, diz que o ex-médico era uma “pessoa impressionante, nobre e muito religiosa" e que "se apresentou como aposentado". O G1 obteve com exclusividade as fotos do interior do imóvel.

O imóvel onde ele morou tinha 700 m² de área construída, quatro suítes, closet, jardim de inverno, cascata, jardim no terraço, escritório, sala de ginástica, sauna, piscina, recepção, living, cozinha, copa, sala de estar, sala de música e televisão, acabamento em piso de madeira, porcelanato e granito e tinha sistema de ar-condicionado central.

 

Morre 5º vítima de engavetamento em série

Fonte: TVB Record

Jornalista americano sequestrado desde 2012 é libertado na Síria

Peter Theo Curtis havia sido capturado pela Frente Al-Nosra. Anúncio foi feito pelo secretário de Estado dos EUA no domingo (24).

Fonte: G1 - Mundo

 Peter Theo Curtis, um cidadão americano sequestrado por um grupo ligado a Al-Qaeda na Síria, foi libertado, anunciou neste domingo (24) o secretário de Estado John Kerry, em um comunicado.

O pesquisador e jornalista freelancer de 45 anos, nascido em Massachusetts (nordeste dos EUA), tinha sido sequestrado pela Frente Al-Nosra, mas o fato vinha sendo mantido em sigilo. Sua libertação foi anunciada no dia da cerimônia religiosa realizada em memória do jornalista James Foley, decapitado pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI).

"Especialmente após uma semana marcada por uma indescritível tragédia, estamos todos aliviados e gratos por saber que Theo Curtis está voltando para casa", diz o comunicado assinado por Kerry. "Ao longo destes últimos dois anos, os Estados Unidos recorreram a mais de duas dezenas de países pedindo ajuda urgente a qualquer um que pudesse ter ferramentas, influência ou poder para ajudar a conseguir a libertação de Theo e as de quaisquer americanos mantidos como reféns na Síria", acrescenta a nota.

Nancy Curtis, mãe de Peter Theo, divulgou um comunicado à imprensa, no qual afirma que governo do Catar negociou para conseguir a libertação de seu filho por motivos humanitários. "Embora a família não conheça os termos exatos que se negociaram, representantes do governo catariano nos disseram repetidas vezes que estavam intermediando para conseguir a libertação de Theo por motivos humanitários, sem o pagamento de dinheiro", diz a nota.

Nancy Curtis cita ainda Diane Foley, mãe do jornalista assassinado James Foley. Ela diz que elas se conheceram "durante estes longos meses de incerteza e preocupação", período em que comprovou "a coragem de Diane Foley e seus esforços heroicos que ajudaram a levantar o espírito das famílias de todos os jornalistas e outros reféns".

A representante do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, Susan Rice, disse que Curtis está em segurança e já fora da Siria, mas não revelou detalhes sobre sua captura ou como e quando ele foi libertado.

De acordo com o jornal "The New York Times", ele foi sequestrado em outubro de 2012, próximo à fronteira da Síria com a Turquia. Em junho deste ano, o jornal teve acesso a um vídeo no qual Curtis aparecia com as mãos amarradas e fazendo um apelo por sua vida, ao lado de um homem armado. Semanas depois, porém, um novo vídeo mostrava o jornalista afirmando que estava sendo bem tratado e que tinha acesso a "comida, roupas e até amigos".

domingo, 24 de agosto de 2014

Mãe de Yago sabia que filho era torturado por pai

Crime aconteceu em Vinhedo, Pai do garoto matou ele a golpes de artes marciais. Mãe foi indiciada por omissão.

Fonte: TVB Record

Presença do ebola é confirmada na República Democrática do Congo

Ministro da saúde congolês confirmou presença do vírus no domingo (24). Duas vítimas de febre hemorrágica tiveram resultado positivo em teste.

Fonte: G1 - Mundo

O vírus ebola está presente em mais um país africano - na República Democrática do Congo, na província de Equateur, noroeste do país, confirmou neste domingo (24) o Ministro da Saúde congolês, Félix Kabange Numbi.

"Os resultados deram positivo. O vírus ebola está confirmado na RDC", declarou Kabange à AFP, referindo-se às amostras retiradas de pessoas afetadas por uma febre hemorrágica que deixou 13 mortos desde 11 de agosto em Equateur.

Foram analisadas amostras de oito vítimas, e duas apresentaram resultado positivo para ebola, afirmou o ministro.


O país é o quinto na África a registrar casos da doença, após Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa. Na sexta-feira (22), a OMS anunciou que já são 2.615 os casos confirmados, com 1.427 mortes.

Estrangeiros contaminados estão sendo levados para tratamento em seus países de origem. No domingo (24), um britânico que contraiu o vírus em Serra Leoa embarcou em um avião com destino à Grã-Bretanha.

Nos EUA, dois pacientes contaminados na Libéria foram tratados e liberados. O médico Kent Brantly, de 33 anos, considerou "um milagre" sua recuperação, e a missionária Nancy Writebolm, de 59 anos, se recupera em casa. Já o missionário espanhol Miguel Pajares, de 75 anos, e que também contraiu o vírus na Libéria, não resistiu e morreu em um hospital em Madri no dia 12 de agosto.

Mãe é indicada por tortura e omissão em assassinato de filho em Vinhedo

Fonte: TVB Record

Rebelião ocorre neste momento na PEC

A rebelião iniciou por volta das 6 horas da manhã deste domingo

Fonte: CGN

Momentos de tensão foram registrados neste domingo (24), na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC). Dentre os 1040 detentos que estão na penitenciária a princípio mais de 500 formaram uma rebelião.

O tumulto teria começado logo após o café da manhã. De início eles fizeram de reféns dois agentes penitenciários e um ex-policial civil e atearam fogo nos colchões. Os rebelados subiram no telhado e começaram um grande tumulto com faixas escrita PCC (Primeiro Comando da Capital).

No decorrer da rebelião, vários detentos também foram feitos reféns. Esses detentos são chamados de “Duque”, que seriam estupradores. Com grito de guerra eles pediam por dignidade.

Durante a manhã, quatro detentos foram jogados do telhado. Dois foram mortos, mas não há confirmação se foram os mesmos jogados do telhado. Familiares dos presos e dos agentes e curiosos se aglomeraram próximo da Penitenciária para acompanhar a rebelião.

Várias equipes policiais e agentes penitenciários estiveram no local para tentar controlar o tumulto, no entanto, os rebelados não se intimidaram. Um deles ocupou a guarita e danificou toda a janela. Os demais quebraram várias partes da penitenciária e faziam de armas brancas ponte aguda para um possível confronto.

Perto do meio dia, a Polícia Militar disse que os dois agentes penitenciários que estavam como reféns foram liberados pelos rebelados, mas por volta das 14:30 h, os agentes penitenciários que estavam do lado de fora disseram que essa informação não estava confirmada e que os dois agentes ainda estavam sendo mantidos como reféns. O ex-policial identificado no local como Ademar Marcon também estava junto aos detentos.

Todos os reféns foram agredidos pelos rebelados com chineladas, socos, chutes e partes de metal arrancadas da estrutura da penitenciária.

Paulo Damas, juiz da Vara de Execuções Penais esteve no local, pois os detentos pediam por ele. O preso, Alessandro Meneghel, tentou intermediar uma negociação entre os detentos e a Polícia Militar que acompanhava o tumulto de outro edifício. No entanto, não houve negociação.

Ao perceberem que um dos detentos jogados de cima do telhado ainda estava vivo, os rebelados começaram a jogar pedaços de telha e de madeira em cima do rapaz para tentar matá-lo.

No começo da tarde houve informações de que a Polícia Militar do Choque entrou na Penitenciária para tentar fazer a negociação. Alguns presos foram contidos em duas galerias da Penitenciária.

Perto da 13h, eles levaram para cima do telhado, Gilmar de Lima. Gilmar foi condenado pela Justiça de matar a pequena Rafaela Trates. Ele era o padrasto da menina. Eles o agrediram muito e com faixa escreveram o nome da criança, mas com o sobrenome errado.
Familiares dos detentos e também a imprensa foram ordenados a se distanciar da penitenciária. Local, onde não dava mais para acompanhar o tumulto.

Familiares estavam angustiados, mas apoiavam os detentos pela atitude de fazer uma rebelião. Equipes do Coe e do Bope de Curitiba estiveram no local para darem apoio.